Posts Tagged ‘vitor ramil’

Vitor Ramil e Marcos Suzano em ‘Satolep Sambatown’

3 agosto 2010

Foto: divulgação

Finalmente chega a São Luís o show do cantor e compositor gaúcho Vitor Ramil e do percussionista Marcos Suzano,  no Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro), no dia 19 de agosto (quinta-feira), às 21h. O show será baseado no aclamado trabalho em duo, do CD intitulado Satolep Sambatown.

Como o nome indica, o disco nasceu do encontro do universo, muito particular, desses dois artistas. De Satolep, cidade imaginária de Vitor – Pelotas, sua cidade natal, escrita de trás para frente, também tema e nome da novela de sua autoria lançada pela editora Cosac&Naify –, vem a Estética do Frio, com arpejos em cordas de aço, harmonias abertas, melodias hipnóticas, letras cheias de poesia. De Sambatown, (a) cidade (do samba) imaginária de Suzano, vem seu pandeiro único no centro de uma arquitetura rítmica em que sons acústicos dialogam com ondas sonoras vindas do mundo da eletroacústica.

Vitor e Suzano têm ambos um pé na tradição musical de seus lugares de origem e outro no contexto da experimentação, das invenções mais radicais. Em Satolep Sambatown os dois tocam todos os instrumentos e assinam a produção.

O repertório do disco traz 11 canções de Vitor, entre elas, Livro Aberto, Invento, Astronauta lírico, Viajei e 12 segundos de oscuridad, esta em parceria com o compositor e cantor uruguaio Jorge Drexler, que também participa do disco como intérprete – pela primeira vez cantando em português. Ele divide com Vitor os vocais de A zero por hora. A outra participação especial é a da cantora carioca Kátia B, que canta com Vitor em Que horas não são?

Voz, violões de aço, percussão e efeitos eletrônicos. É com esses elementos, e mantendo sempre a formação em duo, que Vitor Ramil e Marcos Suzano recriam no palco a música produzida em Satolep Sambatown.

No roteiro, todas as canções do disco. Além dessas, novidades, releituras de canções de outros discos de Vitor como Não é Céu, Foi no mês que vem e Neve de Papel.

A iluminação é de Marcelo Linhares e o cenário de Isabel Ramil e Luiza Mendonça.

SERVIÇO:
VITOR RAMIL E MARCOS SUZANO
Show de lançamento do CD SATOLEP SAMBATOWN

Local: Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro).
Dia: 19 de agosto (quinta-feira).
Horário: 21h.
Ingressos: R$ 30,00 (metade para estudantes com carteira), à venda na Taco (São Luís Shopping) e na bilheteria do teatro.
Produção: Ópera Night.
Maiores informações: (98) 8137-7452, 8888-3722, zemaribeiro@gmail.com

Lírica batucada: Vitor Ramil e Marcos Suzano se apresentam em São Luís

28 julho 2010

O compositor gaúcho Vitor Ramil e o percussionista carioca Marcos Suzano revivem Satolep Sambatown, disco que lançaram juntos em 2007, e outras fases de suas carreiras solo.

Em 2007 o gaúcho Vitor Ramil se uniu ao carioca Marcos Suzano e o resultado foi Satolep Sambatown, disco miscigenado por excelência: da milonga ao choro, passando por samba e eletrônica, tudo cabia no balaio sonoro da dupla, que ousou experimentar. Belo resultado.

Depois do disco e de alguns shows, cada um seguiu seu rumo. O percussionista tocando com “Deus e o mundo”, como sempre fez: entre outros, Marisa Monte, Lenine, Zeca Baleiro e Gilberto Gil. O violonista, compositor e escritor nos brindando com o belíssimo Délibáb (Núcleo Contemporâneo, 2010), em que interpreta poemas que musicou do argentino Jorge Luis Borges e do gaúcho João da Cunha Vargas – disco que tem a participação especial de Caetano Veloso. 

Em agosto São Luís será a Satolep Sambatown de Marcos Suzano e Vitor Ramil. Foto: Blogue do Mauro Ferreira

Agora os dois se reencontram e chegam à São Luís. A capital maranhense, mais especificamente o palco do Teatro Arthur Azevedo, será a Satolep de Ramil – Pelotas, sua cidade natal, escrita de trás para frente, batizando-lhe selo e livro (CosacNaify, 2008) – a “cidade do samba” (tradução possível de Sambatown) de Suzano.

A dupla apresentará em show, dia 19 de agosto (quinta-feira), às 21h, músicas de Satolep Sambatown e de outros discos de Vitor Ramil e Marcos Suzano – que produzem e tocam os instrumentos daquele álbum –, sem dúvida um encontro histórico da música brasileira.

A delicadeza do violão e das criações líricas de Vitor Ramil somadas ao “armamento” percussivo de Marcos Suzano certamente agradará aos apreciadores de boa música da cidade.

Serviço – Vitor Ramil e Marcos Suzano se apresentam dia 19 de agosto (quinta-feira), às 20h, no Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro). Show de abertura: Alberto Trabulsi. Ingressos: R$ 30,00 (metade para estudantes com carteira), à venda na bilheteria do TAA. Maiores informações: (98) 8137-7452, 8888-3722, zemaribeiro@gmail.com