Posts Tagged ‘projeto’

Nosly se apresenta com Jayr Torres Trio no Clube do Choro Recebe

18 maio 2010

O grupo Jayr Torres Trio recebe o cantor e compositor Nosly, neste sábado, 22, no projeto.

O homem à frente do Jayr Torres Trio

Dos mais versáteis músicos do Maranhão, Jayr Torres (foto) comanda o Jayr Torres Trio, grupo anfitrião do sarau deste sábado, 22, às 19h30min, do Clube do Choro Recebe, na Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau (Rua José Luiz Nova da Costa, esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar). Os ingressos para a apresentação custam apenas R$ 10,00 (R$ 8,00 para sócios da APCEF).

O grupo é formado por Jayr Torres (guitarra), Carlos Raquethy (contrabaixo) e Isaías Alves (bateria). Professor da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo, Jayr Torres se apresenta com o trio a que dá nome às sextas-feiras, no projeto Sexta Musical, desenvolvido no prédio da instituição. Para esta apresentação no Clube do Choro Recebe o grupo preparou um repertório baseado em choro e samba, sem esquecer os pés – e as mãos – que tem no jazz.

Nosly cantará choro, samba e repertório autoral

Já tendo tocado com nomes como Mano Borges, Carlinhos Veloz, Josias Sobrinho, Gerude e Rosa Reis (de quem é “fiel escudeiro”), Jayr Torres é um dos mais requisitados instrumentistas do Maranhão. O convidado da noite, Nosly (foto), é outro que tem grande leque de parceiros e intérpretes. Caso de nomes como Nonato Buzar, Gerude, Zeca Baleiro, João Nogueira, Celso Borges e Anna Cláudia, entre outros.

Além de cantar choros e sambas de sua predileção, Nosly mostrará músicas autorais, com que tem feito sucesso no Brasil e na Europa. Casos de June (parceria com Celso Borges), Coração na voz (com João Nogueira) e Versos perdidos (Zeca Baleiro), entre outras.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria e JL Music Studios.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 117ª. edição.
Quem: o Jayr Torres Trio recebe o cantor e compositor Nosly.
Quando: dia 22 de maio (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural:
TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria e JL Music Studios.

Anúncios

Discotecassamba

10 março 2010

Palco dos projetos Mixando o Mundo, do DJ Pedro Sobrinho, e Chorinho no Cantinho, com o Regional Feitiço da Ilha, Cantinho da Estrela é opção certa para quem gosta de boa música.

Projeto realizado desde o ano passado, o Chorinho no Cantinho, capitaneado por Chico Nô (voz, violão, percussão) e pelos bambas do Regional Feitiço da Ilha – além dele, Domingos Santos (violão sete cordas), Juca do Cavaco e Vandico (percussão) – já é referência na vida boêmia de São Luís, sobretudo no bairro da Praia Grande, onde está instalado o Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, em frente à Praça Valdelino Cécio).

Todas as sextas, a partir das 19h, o Regional Feitiço da Ilha tem executado repertório de samba e choro e prestado tributos a grandes nomes destes gêneros brasileiríssimos: Roberto Ribeiro, João Nogueira, Chico Buarque e Pixinguinha, entre outros, já receberam homenagens. O grupo conta ainda com o auxílio luxuoso de diversos convidados: entre outros, já passaram pelo palco do projeto nomes como Josias Sobrinho, Lena Machado, Nivaldo do Cavaco, Cacá do Banjo, Léo Capiba, Chico Chinês e Neto Peperi. O couvert artístico individual custa apenas R$ 7,00.

Quinta – A novidade que o Cantinho da Estrela traz neste mês de março é o projeto Mixando o Mundo, que terá as pick-ups pilotadas pelo DJ Pedro Sobrinho. A primeira edição aconteceu dia 4 (quinta-feira passada) e as festas acontecerão todas as quintas de março.

Para o dia 11, a promessa é muito drum’n bass, world music, latina, eletrônica, samba, dub e acid jazz. Pedro Sobrinho discotecará ainda dias 18 e 25 de março, sempre a partir das 20h. O couvert artístico individual custa apenas R$ 5,00.

Maiores informações: (98) 8724 2940.

Urubu Malandro e o ar da graça de Patativa

9 março 2010

Presença alegre de Patativa levará, com o Urubu Malandro, choro, samba e bom humor ao Clube do Choro Recebe.

A primeira edição do Clube do Choro Recebe em 2010, acontecida sábado passado (6), mostrou que o projeto já está consolidado na vida boêmio-cultural da capital maranhense. Com diversas outras atrações espalhadas pela cidade, o público, fiel, lotou o espaço da Associação do Pessoal da Caixa (Calhau), que volta a ser o palco do Clube do Choro do Maranhão. O cantor e compositor Carlinhos Veloz brindou os presentes com um belíssimo show, com o repertório variando entre temas de samba e choro, além de canções de sua autoria. Entre as canjas, destaques para Osmar do Trombone, Léo Capiba, Luiz Cláudio e Luiz Jr. (Duo Sound), Augusto Pellegrini, João Neto e Isaac Barros.

“Esse retorno superou todas as expectativas. Ainda temos que trabalhar em alguns ajustes, para receber ainda melhor o público, que esperamos manter, em número e qualidade”, afirma Ricarte Almeida Santos, radialista, produtor e apresentador do projeto.

Carnaval, samba, alegria e irreverência são sinônimos de Patativa

Para a segunda edição do projeto em 2010 – já são 108 no total – o brilho da presença da madre-divina dama Patativa, compositora que aos mais de 70 anos, começa a ter o merecido reconhecimento do público. Ainda que lentamente. Recentemente, ela teve sua Colher de chá gravada por Lena Machado em Samba de Minha Aldeia, seu segundo disco, recém-lançado. Colher de chá é certamente seu segundo samba mais conhecido, cantado por quantos frequentem rodas de choro e samba pela Madre Deus e arredores ou no palco do Clube do Choro Recebe. A peça mais famosa da lavra de Patativa tem título impublicável, mas a plateia certamente irá ouvi-la nesta segunda apresentação que a compositora faz no projeto – a primeira foi em sua 62ª. edição, em dezembro de 2008.

Reverenciada por nomes como Cesar Teixeira, Rita Ribeiro – que em dueto cantaram Colher de chá em concorridas apresentações no projeto Brasil de Todos os Sambas, no Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, em 2004 – e Jorge Aragão – que no disco de estreia de Serrinha e Cia. cantava “Patativa vem sambar, oh, na palma da mão”, no samba Uns e Alguns, de que participa – Patativa será acompanhada pelo grupo Urubu Malandro, que segura a peteca de sua jocosidade.

Também é divertidíssima essa turma que acompanhará Patativa em seus sambas e marchas, em grande parte com letras engraçadíssimas onde não falta duplo sentido, com inteligência: Arlindo Carvalho (percussão), Caio Carvalho (percussão), Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco e Osmar do Trombone. São os mesmos chorões que já acompanharam a compositora em sua primeira aparição no palco do Clube do Choro Recebe.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 108ª. edição – 2ª. em 2010.
Quem: o grupo Urubu Malandro recebe a compositora Patativa.
Quando: dia 13 de março (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Chorinho no Cantinho reestreia na Praia Grande

3 março 2010

Restaurante Cantinho da Estrela retoma projeto musical após recesso carnavalesco.

Após uma pausa no período carnavalesco, prolongada por todo o mês de fevereiro, o projeto Chorinho no Cantinho retorna ao palco do Restaurante Cantinho da Estrela, na Rua do Giz, 175, Praia Grande (em frente à Praça Valdelino Cécio). Acontecerá, como antes, às sextas-feiras, porém, agora, mais cedo: às 19h.

Bambas do Feitiço da Ilha voltam ao palco do Cantinho da Estrela

O Regional Feitiço da Ilha volta a mostrar o melhor do choro e do samba brasileiros, em versões instrumentais e cantadas: Vandico (percussão), Chico Nô (voz, violão, percussão), Juca do Cavaco e Domingos Santos (violão sete cordas), na ordem em que aparecem na foto, animarão as noites de sexta, no já tradicional encontro de bambas que sempre acontece no Chorinho no Cantinho.

“A gente ‘tava com saudade desse palco. Vamos continuar fazendo samba e choro, aumentando a interação que já há entre o grupo e o público que sempre tem comparecido”, comenta Chico Nô, que levou o segundo lugar do Festival Maranhense de Música Carnavalesca, promovido pelo Sistema Mirante, com a marchinha Tô engarrafado, parceria com Neto Peperi (ex-Espinha de Bacalhau).

Proprietária do Cantinho da Estrela, a sorridente Dadá confessa: “O público já estava cobrando a ausência do projeto, que a gente retoma com muita alegria, cerveja gelada e o cardápio variado que sempre temos oferecido. Tudo isso regado pelo ótimo repertório do Feitiço da Ilha”.

SERVIÇO

O quê: Chorinho no Cantinho.
Quem: Regional Feitiço da Ilha: Chico Nô (voz, violão e percussão), Juca do Cavaco, Domingos Santos (violão sete cordas) e Vandico (percussão).
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quando: sexta-feira, 5 de março, às 19h.
Quanto: R$ 7,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: [98] 8724-2940, 8814-1407.

Mixando o Mundo nas quintas de março

1 março 2010

Restaurante Cantinho da Estrela será o palco de projeto eclético do DJ Pedro Sobrinho.

Pick-ups de Pedro Sobrinho animarão noites de quinta no Cantinho da Estrela. Foto: http://tododjjasambou.virgula.uol.com.br

Depois de várias temporadas de sucesso por diversas casas pela Ilha, o projeto Mixando o Mundo está de volta em 2010. O mesmo vai aportar no Restaurante Cantinho da Estrela, na Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio.

A re-estreia do Mixando o Mundo, sob a residência do DJ Pedro Sobrinho, será no próximo dia 4, quinta-feira, às 20h. No set-list canções que tocam o mundo para ouvir e dançar: coco dub, acid jazz, música brasileira contemporânea com pitadas eletrônicas, samba de raiz, reggae, dub, drum’n bass e muito mais. Também haverá espaço para intervenções espontâneas nas pick-ups de gente amiga e parceira da idéia.

O projeto terá continuidade todas as quintas-feiras de março: 11, 18 e 25. O couvert artístico individual custa apenas R$ 5,00.

Com informações de Pedro Sobrinho.

A volta do Clube do Choro Recebe

1 março 2010

Com o projeto, Clube do Choro do Maranhão retorna à Associação do Pessoal da Caixa, seu primeiro palco.

“A pausa nas atividades foi mais longa que o esperado. Mas agora estamos voltando, em grande estilo, ao palco onde tudo começou”. Assim o radialista e produtor cultural Ricarte Almeida Santos anuncia o retorno do projeto Clube do Choro Recebe, cuja última edição foi realizada em dezembro passado, com a presença de Ignez Perdigão, instrumentista maranhense há tempos radicada no Rio de Janeiro.

Na ocasião, a integrante do grupo Choro na Feira foi recebida pelos bambas do Regional Tira-Teima, mais antigo grupamento de choro maranhense em atividade, que reinaugura, por assim dizer, o Clube do Choro Recebe, agora em novo endereço: a Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau.

Francisco Solano (violão sete cordas), Paulo Trabulsi (cavaquinho), Serra de Almeida (flauta) e Zé Carlos (percussão), entre inúmeros outros clássicos do choro brasileiro, certamente executarão O bom filho à casa torna, de Bonfiglio de Oliveira, em alusão ao retorno do Clube do Choro ao seu palco inaugural – a fundação do Clube remonta ao início da década e a APCEF sediava os saraus.

Carlinhos Veloz ladeado pelos bambas do Tira-Teima em edição anterior do Clube do Choro Recebe. Foto: Ivo Segura

O convidado da reabertura é Carlinhos Veloz, cujo entrosamento com os  músicos do Tira-Teima é notável, seja em apresentações anteriores no Clube do Choro Recebe, seja pela participação de Paulo Trabulsi (violão) em seu disco de estreia, Ilha bela (1990), na faixa Imperador Tocantins (Carlinhos Veloz).

Carlinhos Veloz “formou”-se musicalmente às margens do homenageado rio Tocantins, em Imperatriz, onde conviveu com artistas como Erasmo Dibell, de quem gravou Viagem de novembro, até hoje um de seus maiores hits. “Há coisas que o público sempre pede e não podemos nos furtar de tocar. Mesmo no Clube do Choro a gente toca canções como Ilha bela, Viagem de novembro e outras. Mas a base do repertório de sábado é de sambas e choros escolhidos com carinho. A gente não conta mais para não estragar a surpresa”, conta e não conta Veloz.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 107ª. edição – 1ª. em 2010.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe o cantor e compositor Carlinhos Veloz.
Quando: dia 6 de março (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Clube do Choro Recebe: fechado para balanço

26 novembro 2009

Projeto não terá edições nos dois próximos sábados (28 de novembro e 5 de dezembro).
 
A ginga das velha e jovem guardas do choro maranhense têm garantido o balanço ideal ao projeto Clube do Choro Recebe, que sábado após sábado integra o calendário musicultural da cena ludovicense desde setembro de 2007. Um grandioso feito, sem dúvidas, para quem conhece a efemeridade do modismo dos “points” de São Luís. “Não se pode negar que o Clube do Choro Recebe é um projeto vitorioso. Eu poderia citar inúmeros aspectos, do pura e simplesmente cultural, o que não é pouco, ao econômico, mas vou ficar apenas em sua longevidade, algo raro para os padrões estabelecidos por aqui”, afirma Ricarte Almeida Santos, seu produtor e apresentador.

Atualmente sediado na Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande), o projeto não terá edições nos dois próximos sábados (28 de novembro e 5 de dezembro). “A mudança de endereço causou reações as mais diversas: uns adoraram o novo espaço, outros reclamam. Somos cientes de que é impossível agradar a todos e avaliações periódicas de projetos como o Clube do Choro Recebe são necessárias, até para garantir sua sustentabilidade e muito mais sábados à frente”, explicou o produtor do projeto, sediado, até o início de outubro passado, no Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).

A direção do Clube do Choro do Maranhão demonstra-se satisfeita com o público, que se mantém fiel, e com a receptividade e cumplicidade da casa, novo palco do projeto, que tem localização privilegiada, integrada ao acervo arquitetônico que garante à capital maranhense o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Em breve o Clube do Choro do Maranhão divulgará os nomes da formação instrumental anfitriã e do/a convidado/a do show de retorno do projeto, que acontecerá dia 12 de dezembro.

Léo Capiba e Os Cinco Companheiros no Clube do Choro Recebe

10 novembro 2009

Clássicos do samba e choro recebem roupagem de gafieira em noite que promete dança e alegria.

Capiba relembrará grandes mestres do samba e choro em clima dançante 

Léo Capiba (foto) é o convidado da 102ª. edição do Clube do Choro Recebe, que acontece este sábado (14), a partir das 19h30min, na Pousada Portas da Amazônia/La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande). Atualmente o cantor está gravando seu disco de estreia, que terá arranjos do violonista João Pedro Borges, onde interpretará diversos nomes do samba produzido no Maranhão. Cearense de nascimento e maranhense de coração, Capiba tem uma vasta experiência acumulada na noite ludovicense.

“O sorriso mais largo da paróquia”, como Capiba também é conhecido, terá como anfitriões Os Cinco Companheiros: Osmar do Trombone, Osmarzinho (clarinete e saxofone), Rafael Guterres (cavaquinho), João Soeiro (violão) e Wanderson (percussão). Natural de Cajari, o líder do grupo também está gravando seu disco de estreia, cujo repertório é instrumental e, em grande parte autoral, intitulado Cinco gerações, as de músicos de sua família. Osmar do Trombone tem sempre mostrado com boa aceitação o choro-título de seu disco.

Os sopros d’Os Cinco Companheiros garantem a cada apresentação que fazem um clima de gafieira que pode render bons passos de dança ao público – no palco, Capiba não se faz de rogado. A interpretação firme, a ginga e o bom humor de Capiba dão o tom no passeio pelo repertório de grandes mestres do samba e do choro, como Cartola, Cesar Teixeira, Tom Jobim, Jackson do Pandeiro, João Nogueira e tantos outros.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 102ª. edição.
Quem: o grupo Os Cinco Companheiros recebe o cantor Léo Capiba.
Quando: dia 14 de novembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Chico Nô e Urubu Malandro são as atrações do Clube do Choro Recebe

4 novembro 2009

Clássicos do choro nacional e de grandes mestres do Maranhão serão lembrados sábado (7).

A 101ª. edição do projeto Clube do Choro Recebe leva ao palco da Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande), a ginga dos bambas do Regional Urubu Malandro, que outrora tinha entre seus integrantes o saudoso mestre Antonio Vieira: Arlindo Carvalho (percussão), Caio Carvalho (percussão), Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco e Osmar do Trombone. A apresentação acontece neste sábado, 7, a partir das 19h30min.

Chico Nô

Clube do Choro Recebe integra agenda intensa do músico

O grupo batizado por um clássico do choro – Urubu Malandro, de Pixinguinha, Loro e João de Barro – reviverá outros. Na ocasião, terão como convidado o cantor, compositor e violonista Chico Nô (foto), maranhense de Imperatriz, há muito radicado na Ilha capital. Entre obras de nomes como Pixinguinha – Rosa, Lamentos –, Tom Jobim e Chico Buarque, o artista reserva repertório de nomes maranhenses para sua apresentação. Antecipa temas como Saiba, rapaz (Joãozinho Ribeiro), Terra de Noel (Josias Sobrinho), além de Chorinho de Herança, parceria sua com Ricarte Almeida Santos, produtor e apresentador do Clube do Choro Recebe, música que já havia sido lançada como single e foi novamente gravada por Lena Machado – a mesma cantora que a lançou – em seu segundo disco, Samba de Minha Aldeia, a sair ainda em 2009.

Agenda intensa – O cenário musical, gastronômico e boêmio da Praia Grande, aos poucos, está mudando de endereço: deixou o antigo Largo do Comércio (Rua da Estrela) e ocupa agora, principalmente, a Rua do Giz. Chico Nô é bamba que lidera rodas de samba e choro no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 129, Praia Grande), ao lado dos regionais Feitiço da Ilha e Conversa de Botequim, ambos integrados por ele. Apresenta-se naquele palco todas as sextas (a partir das 19h30min) e sábados (a partir das 13h30min).

Músico autodidata, afirma: “Meu maior prazer é tocar e cantar. Então o público não deve esperar cansaço, apesar da agenda intensa. O Urubu Malandro tem integrantes comuns aos regionais com que tenho me apresentado com mais frequência, o que já garante entrosamento, além de ginga. Todos nós temos muito prazer em tocar, é uma diversão, uma festa”, promete e garante Chico Nô.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 101ª. edição.
Quem: o grupo Urubu Malandro recebe o cantor, compositor e violonista Chico Nô.
Quando: dia 7 de novembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Clube do Choro Recebe completa 100 edições

26 outubro 2009

Data marcante será celebrada com a visita da cantora cearense Fhátima Santos, convidada de sábado (31) do projeto.

A cantora cearense volta a mostrar seu talento no palco do Clube do Choro Recebe

A cantora cearense volta a mostrar seu talento no palco do Clube do Choro Recebe

O projeto Clube do Choro Recebe completa 100 edições neste sábado, 31. A marca especial será celebrada com a voz e a presença de palco marcantes da cantora cearense nascida em Alagoas Fhátima Santos (foto), que será recebida, na ocasião, pelos bambas do Instrumental Pixinguinha: Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco, Nonatinho (pandeiro) e Raimundo Luiz (bandolim e rabeca).

“Esse projeto tem uma importância sem tamanho para oxigenar a música no Maranhão e para tornar mais bela a nossa cidade. Os músicos, a partir dele, começaram a ter um olhar mais amplo sobre os resultados para o coletivo, para o movimento choro, de como isso tem gerado resultados para todos, já que não é um projeto com dono: é de todos nós que gostamos de choro e de boa música em geral”, afirma Ricarte Almeida Santos, produtor e apresentador do Clube do Choro Recebe – e do Chorinhos e Chorões, único programa de rádio maranhense dedicado ao gênero, que vai ao ar aos domingos, às 9h, na Rádio Universidade FM (106,9MHz, audível on-line e em tempo real também pelo site http://www.universidadefm.ufma.br).

A convidada da 100ª. edição do Clube do Choro Recebe é uma das mais versáteis intérpretes da noite da capital alencarina. “Musa dos notívagos”, para o jornalista Laécio Ricardo, Fhátima Santos passeia entre o romântico, o samba, o blues, o jazz e o bolero. Com a mesma desenvoltura e talento. No repertório de sábado, entre outros, compositores como Chico Buarque – a quem dedicou um disco inteiro – Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Noel Rosa e Cartola.

O Instrumental Pixinguinha foi o primeiro grupamento maranhense de choro a gravar um disco completamente dedicado ao mais brasileiro de todos os gêneros musicais: Choros maranhenses (2006) registra composições de seus próprios integrantes e de mestre do gênero, todos nascidos no Maranhão.

É a segunda vez que Fhátima Santos se apresenta no Clube do Choro Recebe.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 100ª. edição.
Quem: o Instrumental Pixinguinha recebe a cantora cearense Fhátima Santos.
Quando: dia 31 de outubro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Sessões para o nada estreia hoje

23 outubro 2009

Sessões para o nada é um projeto musical que tem como princípio de existência a divulgação de bandas maranhenses que produzem som original. Surgiu da necessidade de escoamento das produções autorais de bandas que participam do cenário musical de São Luis. Apesar de todas as dificuldades referentes à produção do evento (equipamento de som, principalmente), o projeto tem a pretensão de ser realizado duas vezes nos meses – com um espaço de 15 dias entre um evento e o outro – que restam no ano de 2009 e ao longo de todo o ano de 2010.

As apresentações têm horários fixos para começar e terminar – das 19h às 21h30min -, sendo reservado a cada banda 40min, e tendo apresentação de quatro bandas em cada edição.

As primeiras edições estão confirmadas para acontecer no Anfiteatro Beto Bittencourt, do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, Praia Grande, nos dias 23 de outubro e 6 de novembro do corrente ano. Pelo fato de ser um lugar aberto, a entrada será franca.

A princípio a realização do projeto depende da ajuda das bandas que queiram participar. A ajuda refere-se principalmente ao equipamento de som, não se trata de dinheiro, mas de equipamentos exclusivamente. Por exemplo: se uma banda tiver, pode ajudar, levando um cubo de baixo ou guitarra ou cabos ou pratos etc., visto as dificuldades financeiras em realizar um evento a cada 15 dias todo o mês.

A organização deixa claro que o único requisito para as bandas que queiram participar do projeto musical Sessões para o nada é a apresentação, em todos os eventos, de um repertório onde, pelo menos, metade das músicas sejam composições próprias.

Projeto estreia hoje, daqui a pouco, corre!

Projeto estreia hoje, daqui a pouco, corre!

Clube do Choro Recebe muda de endereço

7 outubro 2009

Diversos grupos ludovicenses receberão o músico Fernando Machado, em edição que marca a mudança de endereço do projeto.

Um tributo especial ao mais brasileiro de todos os gêneros. Assim pode ser definido o 97º. sarau do Clube do Choro Recebe, que marca a mudança de endereço do projeto: os encontros semanais do Clube do Choro do Maranhão passarão a acontecer, a partir de sábado (10), na Pousada Portas da Amazônia/La Pizzeria, na Rua do Giz, Praia Grande.

Em caráter especial, marcando a estreia do Clube do Choro Recebe no cenário do casario e paralelepípedos do bairro do centro histórico da capital maranhense, o convidado será o clarinetista e saxofonista Fernando Machado, radicado na capital federal, onde é assíduo frequentador do Clube do Choro de Brasília.

O músico, que já deu canja especialíssima em sarau do Clube do Choro Recebe e volta agora como convidado, é professor da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello e membro fundador do Quarteto de Saxofones de Brasília, do Quarteto de Clarinetas Cana Seca e da Brasília Popular Orquestra, além de já ter tocado com diversos nomes importantes da música brasileira, a exemplo do homônimo segundo disco solo da cantora Luciana Oliveira (2008), ela, integrante da Natiruts, e Clodo Ferreira interpreta Sinhô (2005), homenagem do piauiense radicado em Brasília ao autor de Jura, Maldito costume e Gosto que me enrosco, entre outros clássicos da música brasileira.

Fernando Machado será acompanhado por diversas formações instrumentais da cena choro ludovicense, numa inversão à lógica estabelecida pelo projeto: o convidado será o anfitrião dos grupos, que se apresentarão como se dessem longas canjas. “Trata-se de um músico monumental e essa troca de experiência entre ele e os instrumentistas maranhenses será boa para ambos os lados, temos certeza. O desfile de nossos grupos é também uma forma de mostrarmos que o Clube do Choro do Maranhão, a cena choro do estado, através desse projeto vitorioso, está cada vez mais fortalecida”, celebra Ricarte Almeida Santos, coordenador e apresentador do projeto, produtor e apresentador do Chorinhos e Chorões (Rádio Universidade FM, 106,9MHz, aos domingos, às 9h), único programa de rádio dedicado ao gênero em São Luís.

Entre os grupos confirmados estão o Instrumental Pixinguinha, Regional Tira-Teima, Choro Pungado, Os Cinco Companheiros e Urubu Malandro. Antes das apresentações, a noite será aberta com a exibição de um documentário sobre Canhoto da Paraíba, importante personagem da música brasileira e, particularmente do choro, registrado em disco por Marcus Pereira, como outros gênios nacionais.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Autêntico Chopp de Vinho e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 97ª. edição.
Quem: diversos grupos instrumentais recebem o clarinetista e saxofonista Fernando Machado, radicado em Brasília. Antes, haverá exibição de documentário sobre Canhoto da Paraíba.
Quando: dia 10 de outubro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: entrada franca, em caráter excepcional. R$ 10,00, a partir do próximo sábado.
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com, ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís, Autêntico Chopp de Vinho e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Encontro revive repertório boêmio

19 maio 2009

Regional Tira-Teima recebe seu integrante Zé Carlos (percussão) e Léo Spirro em noite para relembrar boemia seresteira.

O mais antigo grupamento de choro de São Luís em atividade, o Regional Tira-Teima, recebe como convidados os cantores Léo Spirro e Zé Carlos, este último também seu integrante, na percussão. O sarau de número 81 do projeto Clube do Choro Recebe, que acontece este sábado (23), promoverá um encontro musical que relembrará a antiga boemia praticada na Ilha, quando os convidados outrora integraram o Tonga Trio.

O Regional Tira-Teima é formado, além do percussionista Zé Carlos, por Paulo Trabulsi (cavaquinho solo), Zeca do Cavaco (cavaquinho centro), Serra de Almeida (flauta) e Francisco Solano (violão sete cordas).

Zé Carlos e Léo Spirro (D) reviverão repertório boêmio. Foto: Pedro Araújo

Zé Carlos e Léo Spirro (D) reviverão repertório boêmio. Foto: Pedro Araújo

Os duos de Spirro e Zé Carlos certamente irão evocar nomes dos naipes de Francisco Alves, Orlando Silva, Nelson Gonçalves, Pixinguinha, Silvio Caldas, Orestes Barbosa e Lupicínio Rodrigues, entre outros. Ambos os convidados são sucesso garantido entre o público que costuma frequentar o Bar e Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama), principal palco do choro no Maranhão: Spirro, com seu jeito elegante e canto refinado, Zé Carlos, com sua discrição e voz privilegiada, seja enquanto convidados ou “canjeiros”, os aplausos são garantidos. O primeiro celebrou seus 70 anos de idade cantando no palco do Clube do Choro Recebe.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Energético Hiro, Clinimagem, Honda Gran Line, Rádio Universidade FM e parceria de JL Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 81ª. edição.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe os cantores Léo Spirro e Zé Carlos.
Quando: dia 23 de maio (sábado), às 19h30min.
Onde: Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).
Quanto: R$ 6,00 (entrada).
Maiores informações: pelo telefone [98] 3252-1219 e/ou e-mails ricochoro@hotmail.com, chicocanhoto@ymail.com e clubedochorodomaranhao@gmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís, Energético Hiro, Clinimagem, Honda Gran Line, Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Studios e Solar Consultoria.