Posts Tagged ‘lazico’

Fernanda Garcia pela primeira vez no Clube do Choro Recebe

5 maio 2010

Desfalcado, grupo Os Cinco Companheiros receberá a cantora, em mais uma edição do Clube do Choro Recebe.

Desfalcado de seu principal nome, que lhe garante a pegada de gafieira, característica, o grupo Os Cinco Companheiros se apresenta neste sábado, 8, a partir das 19h30min na Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau, no Clube do Choro Recebe. Osmar do Trombone, o líder faltoso, cumpre agenda em sua Cajari natal, no interior do estado.

No palco do Clube do Choro Recebe Fernanda Garcia mostrará o que gosta de cantar. Foto: divulgação

Assim, Os Cinco Companheiros tornam-se quatro: Osmarzinho (saxofone), João Soeiro (violão), Rafael Guterres (cavaquinho) e Lazico (percussão) – Wanderson (percussão) é outra baixa do grupo para a apresentação. O grupo receberá a cantora Fernanda Garcia, convidada da 115ª. edição do projeto.

Fernanda Garcia iniciou suas atividades musicais nos corais do ICBEU e São João. Hoje tem projeção na noite ludovicense, sobretudo em dupla com o violonista Paulinho Oliveira e o grupo Lamparina, do qual é vocalista. Tem participado também de festivais, em Pinheiro (FESMAP), Santa Inês e São Luís (João do Vale). No III Festival Internacional do Descobrimento, em Porto Seguro/BA, recebeu os prêmios de melhor intérprete, melhor apresentação e aclamação pública.

Com um pé no teatro, Fernanda Garcia cantou e atuou em Oh! Minha Cidade, espetáculo selecionado pela Funarte/Petrobrás em 2006. Em 2009 apresentou os shows Folia de Três – com os músicos Emanuel de Jesus e Serginho Carvalho –, com repertório montado para o período carnavalesco, e Fernanda Garcia canta a Marrom, com músicas que foram sucesso na interpretação de Alcione.

Para o Clube do Choro Recebe a cantora preparou repertório de samba, valorizando, sobretudo compositores maranhenses. Entre os que serão lembrados está Mestre Antonio Vieira, que completaria 90 anos em 9 de maio.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria e JL Music Studios.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 115ª. edição.
Quem: o grupo Os Cinco Companheiros recebe a cantora Fernanda Garcia.
Quando: dia 8 de maio (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural:
TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria e JL Music Studios.

Anúncios

Um belo passeio musical

27 abril 2010

Recebido pelo Instrumental Pixinguinha, Chico Saldanha passeará pelo repertório de seus três discos e lembrará compositores que admira.

Feitos os ajustes que impediram a realização do já tradicional sarau do Clube do Choro Recebe logo no sábado subsequente ao Dia Nacional do Choro, quando se comemora o aniversário de Pixinguinha (1897-1973), o projeto volta ao palco da Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau, neste sábado, 1º. de maio, a partir das 19h30min.

A ilha, no entanto, não ficou órfã de saraus de qualidade para lembrar a efeméride. E a celebração ao mestre maior do mais brasileiro dos gêneros musicais não parou por ali. Batizado pelo gênio, o Instrumental Pixinguinha é o grupo que dará as cartas na noite festiva. Não faltarão clássicos de Alfredo da Rocha Viana Filho – nome de batismo do saudoso Pixinga – e de outros bambas, como Waldir Azevedo, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim e muito mais.

Chico Saldanha mostrará todo seu talento no Clube do Choro Recebe

O Instrumental Pixinguinha é formado por Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco, Lazico (percussão) e Raimundo Luiz (bandolim). O grupo terá como convidado o compositor Chico Saldanha (foto), um dos grandes nomes da nossa nada pequena constelação de craques da boa música.

Com repertório em sua maioria autoral, Saldanha passeará por seus três discos: Chico Saldanha (1988), Celebração (1998) e Emaranhado (2007). Sambas, choros, boleros, baladas e toadas compõem a paisagem musical do maranhense nascido em Rosário. Não faltarão temas como Itamirim (sua música mais conhecida), Linha puída (a mais gravada), Babalu (a mais executada em rádios, desde o lançamento do disco mais recente), além de composições alheias que Saldanha gosta de lembrar no palco, a exemplo de Araçagy (Cristóvão Alô Brasil) e Polícia bandido cachorro dentista (Sérgio Sampaio).

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria e JL Music Studios.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 114ª. edição.
Quem: o grupo Instrumental Pixinguinha recebe o compositor Chico Saldanha.
Quando: dia 1º. de maio (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural:
TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria e JL Music Studios.

Clube do Choro Recebe: palco de novidades

16 março 2010

Duas estreias no palco do projeto: o Regional Não Chora Que Eu Choro e a cantora Dicy Rocha em encontro musical inédito.

Dicy Rocha mostrará que também é do choro. E do samba.

Cantora mais afeita ao universo reggae, gênero com o qual tem vencido diversos festivais, a cantora Dicy Rocha (foto) é a convidada da 109ª. edição do Clube do Choro Recebe – a 3ª. em 2010 –, sábado, 20, às 19h30min, na Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), na Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar). Os ingressos custam apenas R$ 10,00.

Maranhense de Coroatá, Dicy Rocha cresceu em Imperatriz. Lá iniciou sua carreira musical como integrante do trio Flor de Cactus, ao lado de Jovanilde Rocha e Helyne Jully. Ainda na região sul do Maranhão foi eleita melhor intérprete no Festival Caneleiros de Música da Terra. Já em São Luís obteve os primeiros lugares no 11º. UniReggae e no III Festival João do Vale de Música Popular, ambos em 2008.

Dicy Rocha já participou de shows de artistas como Carlinhos Veloz, Chiquinho França, Erasmo Dibell, Lena Garcia e Wilson Zara, além do projeto São Luís canta Chico Maranhão, Carcará e Canta Cidade, em homenagem à capital do Estado. Entre suas influências, ela destaca Bob Marley, Gilberto Gil, Djavan, Joyce, Cesária Évora, João Nogueira, João do Vale e Milton Nascimento, entre outros.

Para acompanhar a cantora, foi escalado um regional de primeiríssima linha: o Não Chora Que Eu Choro. O grupo é formado por Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Lazico (percussão) e Raimundo Luiz (bandolim).

“Uma das principais propostas do Clube do Choro Recebe é justamente essa troca, esse intercâmbio. É dessa mistura que saem as boas novidades de nossa música. Provocar esse diálogo sempre foi um propósito nosso e temos conseguido”, afirma Ricarte Almeida Santos, radialista, produtor e apresentador do projeto, comentando seu sucesso. Os saraus no novo palco do Clube do Choro Recebe, a APCEF, tem sido bastante concorridos.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 109ª. edição – 3ª. em 2010.
Quem: o regional Não Chora Que Eu Choro recebe a cantora Dicy Rocha.
Quando: dia 20 de março (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria.

“Canto de Feira” encerra o 2009 musical de São Luís

28 dezembro 2009

Tido como último grande acontecimento musical em São Luís, show de Lena Machado promete festa.

Cantando, Lena Machado quer renovar as energias para o ano que se inicia. Foto: Pedro Araújo

A cantora Lena Machado (foto) se despede de 2009 em grande estilo: apresenta, dia 30, às 20h, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio), o show Canto de Feira. A artista será acompanhada pelo regional Os Pregoeiros: João Eudes (violão sete cordas), Rafael Guterres (cavaquinho), Osmarzinho (saxofone), Wanderson (percussão) e Lazico (percussão).

O ano que se encerra marcou a finalização do segundo disco da carreira de Lena Machado, Samba de Minha Aldeia. Ela que em 2006 lançou Canção de Vida, celebrando os 50 anos de atuação da Cáritas no Brasil, organização em que trabalha. “Emprestei a voz a diversos clássicos que marcam a trajetória das lutas sociais no país, e especialmente no Maranhão”, afirma ela, que na ocasião interpretava composições de Joãozinho Ribeiro (Milhões de uns), João do Vale (Minha história), Sá e Guarabira (Sobradinho), Gonzaguinha (O que é o que é?) e, entre outros, Cesar Teixeira (Oração latina, de onde o título do disco foi retirado).

“A ideia era lançar Samba de Minha Aldeia ainda em 2009 mas alguns contratempos impediram. Mas no comecinho do ano que vem ele ‘tá na mão e a gente espera que o público goste e que tenha valido a pena esperar”, diz, acrescentando: “Foi um trabalho gostoso de fazer, com as dores naturais de um trabalho artístico, o trabalho que dá escolher repertório, músicos, pensar cada detalhe, arranjos, capa, encarte, e o prazer de cuidar disso tudo com todo carinho”. O título adianta: Lena Machado gravou somente compositores maranhenses, privilegiando o samba e o choro.

Grande parte do repertório é de inéditas: as exceções são De Cajari pra capital (Josias Sobrinho), Botequim (Cesar Teixeira), Acontecesse (Bruno Batista) e Gracejo (Gildomar Marinho) além de Chorinho de herança (Ricarte Almeida Santos/ Chico Nô),”semi-inédita”, que teve uma versão promo bastante executada em rádios da capital maranhense. Em Samba de Minha Aldeia, todas as faixas não-inéditas ganharam novos arranjos. Além deles, Lena Machado vasculhou seu baú de achados e registrou criações de Joãozinho Ribeiro, Patativa, Aquiles Andrade, Ricarte Almeida Santos, Chico Nô e Chico Canhoto.

“No Canto de Feira, o show, faremos parte do repertório do segundo disco e mostraremos outras coisas que a gente gosta de cantar”, antecipa ela, que interpretará composições de Paulinho da Viola, Chico Buarque, Tom Jobim e Cristóvão Alô Brasil, entre outros.

FeiraCanto de Feira, o show, deveria ter integrado a agenda cultura da III Feira Estadual de Economia Solidária e Agricultura Familiar do Maranhão, como previa a programação do evento, acontecido na Praia Grande, entre os dias 17 a 19 de dezembro. Quase todas as apresentações culturais foram prejudicadas pelas quedas de energia com que sofreu a região central da capital maranhense nos dias da Feira – a exceção foi o Tambor de Crioula de Mestre Apolônio, que conseguiu se apresentar sem os recursos de som, palco e luz, dadas as características acústicas daquela manifestação cultural.

“Já estávamos com músicos reúnidos, repertório ensaiado, então ia ser um prejuízo muito grande adiar ou não realizar esse show”, conta Lena Machado sobre o porquê dela arriscar uma data tão próxima à virada de ano. “É um show festivo, para entrarmos 2010 com as energias renovadas”, promete, ela que não para de pensar em novos projetos e que é considerada uma das grandes revelações da música maranhense da última década.

SERVIÇO

O quê: show Canto de Feira.
Quem: Lena Machado e Os Pregoeiros.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quando: dia 30 (quarta-feira), às 20h.
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8182 1717 e/ou 8724 2940.

O clube do novo

13 outubro 2009

Novo endereço garante charme extra ao Clube do Choro Recebe. Sábado (17), o projeto apresenta a cantora Tássia Campos, pela primeira vez em seu palco.

O espaço é menor, garantindo mais aconchego. A arquitetura colonial de um dos prédios que formam o conjunto do patrimônio histórico da capital maranhense, garantindo-lhe o título de patrimônio cultural da humanidade, por seu centro histórico, dão, desde sábado passado, ao Clube do Choro Recebe, um charme extra.

Estamos falando da Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria, localizada na Rua do Giz, Praia Grande. “A casa já tinha fama de aconchegante, a pousada está entre as melhores da Ilha, e a pizzaria dispõe de um cardápio variadíssimo, de qualidade, cada pizza mais gostosa que a outra”, atestou Ricarte Almeida Santos, produtor e apresentador do Clube do Choro Recebe.

Na estreia do projeto em novo endereço [sábado passado, 10/10], o Regional Tira-Teima fez a base instrumental, servindo de grupo anfitrião. Como convidado, o clarinetista e saxofonista Fernando Machado, radicado em Brasília, professor da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabelo. Pelo palco passaram ainda os percussionistas Lazico, Arlindo Carvalho, a cantora Lena Machado, o cantor Zé Carlos (percussionista do Tira-Teima) e o compositor Joãozinho Ribeiro, ex-secretário de estado da cultura, atualmente coordenador executivo da II Conferência Nacional de Cultura, pelo Ministério da Cultura.

O pop no choro e vice-versa

Tássia Campos: o pop no choro e vice-versa

A cantora Tássia Campos (foto) é a convidada da 98ª. edição do Clube do Choro Recebe, a segunda do projeto no novo palco, quando será recebida pelos bambas do Regional Um a Zero. A apresentação acontece sábado (17), às 19h30min. Natural de São Luís, com 23 anos de idade e raras apresentações em diversos bares da Ilha desde os 16, ela é casada com o músico João Paulo (contrabaixista da banda Legenda) e está às voltas com a gravação de seu primeiro disco, de repertório completamente inédito – a previsão de lançamento é o início de 2010. Suas influências vão dos mestres tropicalistas a Sidney Magal, passando por Novos Baianos e novos nomes da cena brasileira, como Otto, Céu e Zeca Baleiro, entre muitos outros.

Ao lado da amiga Elen Mateus – que fará uma participação especial, sábado –, Tássia também está envolvida em um projeto bastante ousado: prestar, em São Luís, tributos a Itamar Assumpção (1949-2003) e Sérgio Sampaio (1947-1994), ditos malditos, dois dos mais geniais compositores que o Brasil já teve.

Para sábado, em sua primeira apresentação no Clube do Choro Recebe, Tássia Campos preparou um repertório de primeira – onde deixa claras suas influências: Tom Jobim, Moreno Veloso, Ismael Silva, Cartola, Ivan Lins e, entre outros, Itamar Assumpção.

O Regional Um a Zero, que a acompanhará, é formado por Henrique Jr. (violão), João Neto (flauta), Léo Caroço (pandeiro) e Roquinho (bandolim e cavaquinho).

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 98ª. edição.
Quem: o Regional Um a Zero recebe a cantora Tássia Campos.
Quando: dia 17 de outubro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.