Posts Tagged ‘ignez perdigão’

A volta do Clube do Choro Recebe

1 março 2010

Com o projeto, Clube do Choro do Maranhão retorna à Associação do Pessoal da Caixa, seu primeiro palco.

“A pausa nas atividades foi mais longa que o esperado. Mas agora estamos voltando, em grande estilo, ao palco onde tudo começou”. Assim o radialista e produtor cultural Ricarte Almeida Santos anuncia o retorno do projeto Clube do Choro Recebe, cuja última edição foi realizada em dezembro passado, com a presença de Ignez Perdigão, instrumentista maranhense há tempos radicada no Rio de Janeiro.

Na ocasião, a integrante do grupo Choro na Feira foi recebida pelos bambas do Regional Tira-Teima, mais antigo grupamento de choro maranhense em atividade, que reinaugura, por assim dizer, o Clube do Choro Recebe, agora em novo endereço: a Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau.

Francisco Solano (violão sete cordas), Paulo Trabulsi (cavaquinho), Serra de Almeida (flauta) e Zé Carlos (percussão), entre inúmeros outros clássicos do choro brasileiro, certamente executarão O bom filho à casa torna, de Bonfiglio de Oliveira, em alusão ao retorno do Clube do Choro ao seu palco inaugural – a fundação do Clube remonta ao início da década e a APCEF sediava os saraus.

Carlinhos Veloz ladeado pelos bambas do Tira-Teima em edição anterior do Clube do Choro Recebe. Foto: Ivo Segura

O convidado da reabertura é Carlinhos Veloz, cujo entrosamento com os  músicos do Tira-Teima é notável, seja em apresentações anteriores no Clube do Choro Recebe, seja pela participação de Paulo Trabulsi (violão) em seu disco de estreia, Ilha bela (1990), na faixa Imperador Tocantins (Carlinhos Veloz).

Carlinhos Veloz “formou”-se musicalmente às margens do homenageado rio Tocantins, em Imperatriz, onde conviveu com artistas como Erasmo Dibell, de quem gravou Viagem de novembro, até hoje um de seus maiores hits. “Há coisas que o público sempre pede e não podemos nos furtar de tocar. Mesmo no Clube do Choro a gente toca canções como Ilha bela, Viagem de novembro e outras. Mas a base do repertório de sábado é de sambas e choros escolhidos com carinho. A gente não conta mais para não estragar a surpresa”, conta e não conta Veloz.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 107ª. edição – 1ª. em 2010.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe o cantor e compositor Carlinhos Veloz.
Quando: dia 6 de março (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Anúncios

Ignez Perdigão volta a palco maranhense

22 dezembro 2009

Multi-instrumentista maranhense radicada no Rio de Janeiro é a convidada especial da última edição do Clube do Choro Recebe em 2009.

Mais antigo grupo de choro em atividade no Maranhão, o Regional Tira-Teima é o grupo anfitrião do último sarau do Clube do Choro Recebe em 2009. Formado por Paulo Trabulsi (cavaquinho), Francisco Solano (violão sete cordas), Zé Carlos (pandeiro) e Serrinha de Almeida (flauta), eles recebem a multi-instrumentista e compositora Ignez Perdigão, maranhense radicada no Rio de Janeiro.

Multi-instrumentista, a maranhense Ignez Perdigão é a convidada especial do último Clube do Choro Recebe em 2009. Foto: Helena Dornelles. Link original: http://www.flickr.com/photos/helenadornellas/247724688

Ignez Perdigão toca flauta, cavaquinho, violão e canta. Em shows e gravações, já acompanhou nomes como Cristina Buarque, Mauro Duarte, Velha Guarda da Portela, Walter Alfaiate, Wilson Moreira e Mário Lago – ela o acompanhava quando de sua última visita à São Luís.

Aluna de H. J. Koellreuter, João Pedro Borges, Jodacil Damasceno e Marcelo Bernardes, integra, com o último, desde 2000, o grupo Choro na Feira, com quem já gravou os discos Na cadência do samba (2000), Choro na Feira (2003) e Maxixes, pitombas e afins (2005) – o primeiro e o último, esgotados, de acordo com o site do grupo; o quarto, em gestação, de acordo com a mesma página na internet (onde é possível adquirir os títulos e ouvir trechos das canções).

Professora, ministrou curso livre de violão e cavaquinho na Universidade Estadual do Rio de Janeiro, em 2000. Foi uma das idealizadoras do Chorinho na Feira, sarau que acontece todos os sábados no horário da feira livre (fim de tarde, entrando pela noite) de Laranjeiras, bairro da zona sul da capital carioca, onde se reúne a nata dos executantes do mais brasileiro de todos os gêneros musicais. Lá também se originou o citado Choro na Feira: Ignez Perdigão (cavaquinho), Clarice Magalhães (percussão), Matias Correa (contrabaixo acústico), Marcelo Bernardes (clarinete e sax tenor), Bilinho Teixeira (violões de seis e sete cordas) e Franklin da Flauta.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 106ª. edição.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe a instrumentista Ignez Perdigão.
Quando: dia 26 de dezembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Redação: Zema Ribeiro. Com informações dos sites Choro na Feira, Dicionário Cravo Albin de Música Brasileira e Discos do Brasil.