Posts Tagged ‘brasil’

São Luís sedia Seminário Estadual do Provita

22 outubro 2010

Encontro acontece dias 25 e 26 no Brisamar Hotel e tem organizações de Direitos Humanos do Estado e Sociedade Civil como público prioritário

Acontece dias 25 (segunda-feira) e 26 de outubro o Seminário Estadual do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas (Provita). Atualmente o programa é executado pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), tanto em âmbito estadual, quanto em âmbito nacional, contando atualmente, também, com um escritório em Brasília/DF. O seminário é uma realização da SMDH e Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Cidadania (Sedihc) e tem apoio da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH-PR).

A divulgação do Provita como uma política pública relevante no combate à impunidade no Brasil, a discussão de questões e desafios enfrentados no cotidiano do programa, o fortalecimento da articulação entre a política de proteção e demais políticas públicas e a sensibilização e o comprometimento de diversas instâncias e agentes do Estado e da sociedade civil com a política de proteção são os objetivos do Seminário Estadual.

Os dois dias de atividades, que incluem palestras e exposições dos órgãos responsáveis pela política de proteção em âmbito federal, bem como de entidades representativas das organizações da sociedade civil que atuam na execução do Provita, têm como público prioritário servidores do sistema de Justiça e Segurança Pública, de Direitos Humanos e de organizações da sociedade civil que atuam na execução do programa de proteção.

Entre estas, destacam-se o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), o Fórum Nacional de Entidades Gestoras e o Conselho de Presidentes dos Conselhos Deliberativos dos Programas Estaduais de Proteção. SMDH, Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça do Estado Maranhão (TJ-MA), Secretaria de Estado de Segurança Pública, e Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Cidadania (Sedihc), ao final do Seminário, irão repactuar suas responsabilidades com a política de proteção no Maranhão.

O Seminário Estadual será realizado no Brisamar Hotel (Av. São Marcos, Ponta d’Areia). Inscrições podem ser realizadas pelo e-mail smdh@terra.com.br e/ou telefones (98) 3231-1601, 3231-1897 – interessados em participar devem se inscrever previamente: o número de vagas é limitado. Conheça a seguir a programação.

Seminário Estadual do Provita/MA

Dia 25

9h – Abertura

9h30min – Conferência: “A ressignificação da vítima e a pena à luz da noção freudiana de sentimentos inconsciente da culpa”
Conferencista: Agostinho Ramalho Marques Neto (Psicanalista, Professor Universitário nas áreas de Filosofia do Direito e Filosofia Política).
Coordenação da mesa: Luís Carlos Cintra (Advogado da SMDH, Coordenador do Provita/MA)

10h30min – Mesa 1: “Sistema Nacional de Proteção a Pessoas Ameaçadas: Testemunhas, Defensores e Crianças e Adolescentes”.
Expositor: Fernando Matos (SEDH-PR)
Debatedor: Gilson Cardoso (MNDH)
Coordenação: Joisiane Gamba (SMDH)

14h30min – Mesa 2: “A Política de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas – PROVITA: uma política de Direitos Humanos no Combate à Impunidade”.
Expositores: Nilda Turra (Coordernadora-Geral de Proteção à Testemunhas/SEDH-PR); Marco Apolo (Sociedade Paraense de Defesa de Direitos Humanos – SPDDH /Fórum Nacional de Entidades Gestoras – FNEG)
Coordenação: Sérgio Tamer (Secretário de Estado de Direitos Humanos e Cidadania, Presidente do CONDEL/MA)

16h30min – Painel: Desafios do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas – PROVITA: um desafio para a celeridade processual.
Expositor: Márcio Thadeu Silva Marques (Titular da 1ª. Promotoria de Justiça Especializada em Infância e Juventude). 

Dia 26

Manhã – Painel: Desafios do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas

– Acolhimento Provisório e núcleo de segurança: experiência do Estado do Ceará.
Expositor: Adriana Câmara (Corregedora-Geral Adjunta, representante da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará no CONDEL/CE).

– Conselho Deliberativo do PROVITA: papel e atribuições.
Expositores: Carlos Cesar D’Elia (Procurador do Estado do Rio Grande do Sul, presidente do PROTEGE/RS e do Colégio Nacional de Presidentes dos Conselhos Deliberativos dos Programas de Proteção a Testemunhas – CONDELs)
Coordenação do Painel: Luís Antônio Câmara Pedrosa (Coordenador de Monitoramento – SMDH).

Tarde

14h30min – Mesa: Encaminhamentos e Acordos Finais
Com representantes do Ministério Público Estadual, Tribunal de Justiça do Estado Maranhão, Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Cidadania, Secretaria de Estado de Segurança Pública e Sociedade Maranhense de Direitos Humanos.

Redação: Zema Ribeiro
Pauta e entrevistas: (98) 3231-1601, 3231-1897, 8888-3722

Anúncios

Cáritas recebe inscrições para o Prêmio Odair Firmino até o dia 30

21 setembro 2010

Primeira edição do prêmio tem como tema “As mudanças climáticas e a vida no planeta”

POR ZEMA RIBEIRO
ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO DA CÁRITAS BRASILEIRA REGIONAL MARANHÃO

Com o objetivo de estimular ações de disseminação e divulgação da cultura da solidariedade, e integrando a programação da Semana da Solidariedade, que acontecerá em todo o Brasil entre os dias 5 e 12 de novembro, a Cáritas Brasileira está recebendo, até 30 de setembro, inscrições para o Prêmio Odair Firmino de Solidariedade.

O homenageado

Goiano de Ipameri, Odair Firmino (foto) estudou filosofia e teologia, tornando-se frei franciscano em 1972. Mudou-se para Brasília em 1984, quando ingressou na Cáritas Brasileira como assessor técnico. Foi secretário nacional e por duas vezes vice-presidente da entidade. Faleceu no dia 5 de julho de 2008.

Prêmio – A primeira edição da iniciativa do organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) tem como tema “As mudanças climáticas e a vida no planeta”. Através do Prêmio Odair Firmino, a Cáritas Brasileira busca também incentivar a formação de novas e recompensar experiências coletivas e solidárias de atividades produtivas que promovam a diversidade das culturas locais e das identidades, com atenção para as questões de gênero, raça, etnia e geração, bem como a recuperação de áreas degradadas pelos impactos ambientais e pelo uso inadequado dos recursos naturais.

Experiências que dão destinação pós-consumo de produtos e embalagens, que atuam com educação ambiental, com minimização de entradas e saídas do processo produtivo, com reciclagem, com responsabilidade sobre o ciclo de vida dos produtos e serviços e, ainda, promovam o consumo ético e solidário na perspectiva da mudança de padrões de comportamento que viabilizam novas relações entre produção, consumo e natureza também podem ser inscritas no Prêmio.

As experiências vencedoras receberão troféus e prêmios em dinheiro: R$ 10 mil para o primeiro lugar; R$ 5 mil para o segundo; e R$ 3 mil para o terceiro. Regulamento, maiores informações e ficha de inscrição podem ser acessados no blogue do Prêmio Odair Firmino, no endereço http://www.premioodairfirmino.wordpress.com; os projetos devem ser encaminhados para o e-mail premioodairfirmino@caritas.org.br (Com informações da Assessoria de Comunicação do Secretariado Nacional da Cáritas Brasileira).

Clique para acessar o blogue do Prêmio Odair Firmino de Solidariedade

Após recesso, o Clube do Choro Recebe está de volta

28 julho 2010

Instrumental Pixinguinha e Eraldo do Ébano são as atrações do retorno do projeto ao calendário cultural da capital maranhense.

Sem realizar saraus desde o dia 5 de julho, quando Zeca do Cavaco e o grupo Urubu Malandro prestaram tributo a Adoniran Barbosa (1910-1982), o Clube do Choro Recebe está de volta neste sábado, 31 de julho, após um recesso por conta do período junino e de Copa do Mundo.

“O Brasil acabou não indo bem na Copa do Mundo, mas a gente sabe a força que o maior evento do futebol mundial tem. É impossível concorrer com o torneio e com o São João, muito tradicional e com muita força no Maranhão”, avalia Ivo Segura, coordenador do Clube do Choro do Maranhão.

“O público já estava cobrando, são quase dois meses parado. É a maior interrupção desde o início do projeto, em setembro de 2007”, continua, “recebíamos telefonemas e e-mails direto, cobrando, querendo saber quando voltaria, quem seria a próxima atração, se seria no mesmo local”.

Instituições da música brasileira, os mangueirenses comparecem ao repertório de Eraldo Ébano

As perguntas já têm resposta: o Instrumental Pixinguinha recebe o cantor Eraldo do Ébano, no retorno do projeto ao palco da Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), no Calhau (Rua José Luiz Nova da Costa, esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar). O grupo é formado por Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco, Raimundo Luiz (bandolim) e Vandico (percussão). Eraldo do Ébano é sambista reconhecido por seu repertório voltado para nomes como Cartola, Nelson Cavaquinho (ambos vistos acima em foto de Walter Firmo), Paulinho da Viola e Cesar Teixeira, entre outros, isto é, os grandes mestres do gênero.

O sarau de retorno do Clube do Choro Recebe tem início às 19h30min e os ingressos custam apenas R$ 10,00 (R$ 8,00 para sócios da APCEF com carteira).

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM, Banco Ficsa e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria e JL Music Studios.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 120ª. edição.
Quem: o Instrumental Pixinguinha recebe o cantor Eraldo do Ébano.
Quando: dia 31 de agosto (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (esquina com Rua dos Carcarás, em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com, (98) 8413-6035.
Apoio Cultural: TVN São Luís, Rádio Universidade FM, Banco Ficsa e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria e JL Music Studios.

Fundada Cáritas Arquidiocesana de São Luís

11 maio 2010

Assembleia foi realizada em sala de reunião da Igreja da Sé, em São Luís.

A Rede Cáritas no Brasil ganhou uma nova entidade-membro hoje, 11: na capital maranhense foi fundada a Cáritas Arquidiocesana de São Luís. A assembleia de fundação aconteceu pela manhã, na sala de reuniões da Igreja da Sé, sede da Arquidiocese.

22 pessoas participaram do ato entre representantes de paróquias e pastorais sociais da arquidiocese, membros do Secretariado Regional da Cáritas no Maranhão, coordenador arquidiocesano das pastorais sociais e convidados.

A assembleia reunida teve como pautas o aprofundamento da missão, princípios e diretrizes da Cáritas no Brasil,  histórico da ação Cáritas na arquidiocese, discussão de seu regimento, discussão e aprovação do estatuto, além do debate sobre critérios e indicação de nomes para a composição da nova entidade-membro.

Membros da diretoria eleita. A presidenta Terezinha Moura é a segunda da esquerda para a direita

Presidenta do Conselho da Cáritas no Maranhão, Terezinha Moura foi eleita presidenta da Cáritas Arquidiocesana de São Luís, para um mandato de dois anos. Zeni Pinheiro é sua vice. “A fundação de uma Cáritas Arquidiocesana, além de ser um marco histórico, é um grande desafio, considerando o quadro de desigualdades e problemas sociais que se apresentam na região metropolitana”, afirmou a presidenta recém-empossada.

Quatro vezes música (Ou: Um quarteto fantástico)

22 março 2010

Victor Castro Trio receberá Rui Mário em encontro que promete entrar para a história do choro do Maranhão.

Talento, técnica e improviso: Victor Castro Trio fará releituras de músicas brasileiras

Altas doses de virtuosismo darão a tônica do quarto sarau do Clube do Choro Recebe em 2010. O Victor Castro Trio (foto) recebe o acordeonista Rui Mário. O grupo é formado pelo português Victor Castro (violão, guitarra, guitarra portuguesa), Mauro Sérgio (contrabaixo) e Isaías Alves (bateria).

O domínio da técnica destes quatro músicos, cada um, destaque no cenário maranhense em seu instrumento, e o improviso correrão solto, mostrando ao público presente seus talentos individuais e coletivo.

Escola de Música – Os quatro virtuoses têm em comum a Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa: todos passaram por lá; Victor Castro e Mauro Sérgio são professores da EMEM.

Natural de Portugal, radicado no Brasil, Victor Castro já ficou por duas vezes com o segundo lugar no Festival Internacional de Interpretação Violonística. Tem formação erudita, mas já conta com grande vivência na área da música popular instrumental brasileira. Isaías Alves já foi premiado em diversos festivais internacionais de bateria e Mauro Sérgio foi músico destaque do São Luís Cover Baixo, festival que reuniu diversos contrabaixistas brasileiros e estrangeiros na capital maranhense.

“A ideia do Victor Castro Trio é difundir a música popular brasileira, fazendo releituras e arranjos inéditos e característicos do grupo, sobre temas de um vasto repertório que inclui Tom Jobim, Chico Buarque, Guinga, Ary Barroso, Garoto, Pixinguinha, Ernesto Nazaré, entre outros grandes ícones da música”, anuncia o português.

Rui Mário é o acordeonista predileto de dez em cada dez artistas maranhenses

Rui Mário – Acordeonista e tecladista, Rui Mário (foto) traz a música no sangue: é filho de Seu Raimundinho, sanfoneiro conhecido de longa data por quem aprecia forró de qualidade, o chamado pé de serra. Versátil, passeia com desenvoltura por estilos diversos, como choro, forró, tango e a música popular.

Unanimidade, o garoto prodígio do acordeom maranhense já tocou, em discos e shows de artistas como Cesar Teixeira, Josias Sobrinho, Gildomar Marinho e Lena Machado, entre outros. Se Dominguinhos encantou ao saudoso Luiz Gonzaga, Rui Mário despertou a atenção do afilhado do rei do baião em encontro recente que os dois tiveram, história que certamente será contada por Ricarte Almeida Santos, radialista, produtor e apresentador do Clube do Choro Recebe.

Ele antecipa: “A apresentação promete entrar para a história do choro do Maranhão, espero que não pela raridade, mas por ser o primeiro encontro, num palco, destes quatro músicos fenomenais. Vai virar uma daquelas histórias que quando a gente conta, quem perdeu só pode se perguntar: ‘onde é que eu estava?’, provoca.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 110ª. edição – 4ª. em 2010.
Quem: o grupo Victor Castro Trio recebe o acordeonista Rui Mário.
Quando: dia 27 de março (sábado), às 19h30min.
Onde: Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Rua José Luiz Nova da Costa, Calhau (em frente ao Barramar).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís, Rádio Universidade FM e Associação do Pessoal da Caixa (APCEF).
Parceria: Solar Consultoria.