Posts Tagged ‘ademar bertucci’

Finanças solidárias em debate

4 fevereiro 2010

Cerca de 30 agentes da Cáritas Brasileira de diversas regiões do Maranhão debateram o tema em São Luís.

Cerca de 30 agentes populares diocesanos da Cáritas Brasileira no Maranhão participaram da Oficina de Finanças Solidárias realizada pela organização em São Luís. O encontro aconteceu na Casa de Retiros Oásis (Rua Frei Hermenegildo, 380, Aurora/Anil), nas últimas terça (2) e quarta-feiras. 35 oficinas foram realizadas no país.

Agentes da Cáritas no Maranhão debatem finanças solidárias em oficina. Foto: Zema Ribeiro

“A discussão do tema foi pautada em todos os regionais da Cáritas Brasileira. Há uma necessidade de discussão das dioceses junto com os Fóruns Brasileiro e Estadual de Economia Solidária, para que os grupos produtivos possam melhor se articular e acessar os recursos, tanto dos fundos nacional e diocesano de solidariedade, quanto recursos públicos, via bancos e editais”, afirmou Jaime Conrado de Oliveira, Assessor de Desenvolvimento Solidário Sustentável Territorial da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.

Assessor do Secretariado Nacional da Cáritas Brasileira, o economista Ademar Bertucci lembrou o papel pioneiro do organismo no debate sobre as finanças solidárias. “Ainda na década de 1980 a Cáritas e a CNBB lançaram os Projetos Alternativos Comunitários (PACs). Os fundos solidários devem ser entendidos também como uma ação pedagógica: não é simplesmente crédito pelo crédito. É o apoio orientado a grupos produtivos”, afirmou.

Para a representante do Fórum Estadual de Economia Solidária do Maranhão, Mariana Nascimento, “a economia solidária tem sido historicamente excluída do acesso ao crédito e a principal luta dos fóruns é pela modificação desse cenário”. Ela informou ainda da existência de fundos rotativos com editais abertos e acesso bastante simplificado no Maranhão. O volume de recursos, por projeto, varia entre R$ 500,00 (quinhentos reais) e R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

Campanha da Fraternidade – Com o tema “Economia e Vida” para o ano de 2010, a Campanha da Fraternidade Ecumênica também foi lembrada na programação da Oficina de Finanças Solidárias. Para falar do assunto, o convidado foi o Pe. Jean Marie Van Damme, da Associação de Saúde da Periferia do Maranhão (ASP/MA) e CNBB Regional NE V.

“A reflexão da Campanha da Fraternidade sobre este tema vem em momento bastante oportuno, já que a mídia faz de tudo para tornar o tema invisível. É mais que necessária a discussão de outra economia para outro desenvolvimento, levando em conta paradigmas de sustentabilidade, solidariedade e territorialidade”, afirmou o padre.

Além de agentes da Cáritas, participaram da Oficina de Finanças Solidárias representantes do Fórum Brasileiro de Economia Solidária e do Banco do Nordeste. O FBES pautou a discussão atual da necessidade de um marco legal para a economia solidária no país; o BNB apresentou a experiência do CrediAmigo, programa de microcrédito que completará 12 anos em 2010.

Agentes populares debatem Finanças Solidárias

28 janeiro 2010

Cáritas Brasileira Regional Maranhão realiza Oficina Estadual de Finanças Solidárias, tendo como público agentes de diversos municípios do interior do Estado.

Contrapondo-se ao sistema financeiro tradicional, as finanças solidárias desenvolvem produtos financeiros adequados às necessidades básicas da população, fortalecendo iniciativas de geração de trabalho e renda de caráter popular.

Entre seus principais instrumentos estão os bancos comunitários, fundos rotativos, clubes de trocas e moedas sociais, que priorizam os excluídos do modelo vigente.

O tema será alvo de discussão por agentes Cáritas, que estarão reunidos na Casa de Retiros Oásis (Rua Frei Hermenegildo, Aurora/Anil), dias 2 e 3 de fevereiro.

“A Oficina Estadual de Finanças Solidárias pretende avançar para a construção e consolidação de um sistema de finanças solidárias que garanta a inclusão das pessoas que estão fora dos organismos oficiais”, declarou Jaime Conrado, Assessor da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.

Na condição de palestrantes e debatedores, a oficina contará com as presenças do economista Ademar Bertucci, do Secretariado Nacional da Cáritas Brasileira, além de representantes da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), do Banco Palmas, do Fórum Brasileiro de Economia Solidária e do Banco do Nordeste.

A oficina tem como público agentes Cáritas e representantes das comissões diocesanas de fundos solidários. Cerca de 30 agentes de diversos municípios do interior do Maranhão se farão presentes.

Redação: Zema Ribeiro, assessor de comunicação da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.