Archive for the ‘release’ Category

Rosa Secular, pediram bis

5 janeiro 2012

Chico Saldanha, Joãozinho Ribeiro e Josias Sobrinho reapresentam espetáculo em que prestam tributo a grandes nomes da música brasileira

 

Tudo começou em um lance do acaso: era um sábado a data em que Noel Rosa, o poeta da Vila, completaria 100 anos, se vivo fosse, em 11  de dezembro de 2010. Artista fundamental ainda hoje, passados quase 75 de sua morte, e de inegável influência sobre as obras de Chico Saldanha, Joãozinho Ribeiro e Josias Sobrinho, o autor de Último desejo recebeu um belíssimo tributo na ocasião, sucesso de público e crítica.

A lotação do Daquele Jeito esgotou-se e houve quem voltasse da porta. O jeito foi repetir o show no janeiro seguinte, mantendo a mesma escalação, que “em time que está ganhando não se mexe”: os três mais Cesar Teixeira, além das participações especiais de Célia Maria, Lena Machado, Lenita Pinheiro e Léo Spirro. Não deu outra: o sucesso repetiu-se.

Em dezembro passado, somaram a Noel Rosa homenagens a gigantes da canção brasileira: além dele, Assis Valente, Ataulfo Alves, Cartola, Mário Lago e Nelson Cavaquinho, todos já com 100 ou mais anos completos, vivos na memória de apreciadores de boa música. E também a saudosos maranhenses, “eternos”, como preferem os anfitriões: Antonio Vieira, Cristóvão Alô Brasil, Dilu Mello, João Carlos Nazaré e Lopes Bogéa.

“Este bis é nossa forma também de comemorar o Prêmio Universidade FM com que fomos agraciados em dezembro passado. Esta honraria não é só nossa, dos artistas que subimos ao palco, mas de todos os envolvidos, músicos, produtores, uma equipe grande, cada apoiador e principalmente do público que tem nos prestigiado e aos grandes mestres a que homenageamos”, afirma Joãozinho Ribeiro.

Em relação ao show de dezembro passado, pequenas modificações. “Muita gente que foi em dezembro, vai novamente. Por isso a gente mexe um pouco no repertório, para que as pessoas não saíam de casa para ver e ouvir mera reprise”, afirma Josias Sobrinho, autor de Terra de Noel, música em que explicita a influência do autor de Feitiço da Vila.

“Além de todos os homenageados, também cantaremos músicas nossas”, antecipa Chico Saldanha, que interpreta, além de uma música autoral, canções de Assis Valente, Cristóvão Alô Brasil e Noel Rosa durante o show.

Chico Saldanha, Joãozinho Ribeiro e Josias Sobrinho e seus convidados – Célia Maria, Lena Machado, Lenita Pinheiro e Léo Spirro – serão acompanhados por um Regional formado por Arlindo Carvalho (percussão), Domingos Santos (violão sete cordas), Fleming (bateria), João Neto (flauta), João Soeiro (violão), Juca do Cavaco (cavaquinho), Mauro Travincas (contrabaixo), Osmar do Trombone (trombone) e Vandico (percussão). A noite será encerrada com um baile de gafieira. “Antecipando o carnaval”, como cantaria Jorge Ben.

O show Rosa Secular, pediram bis acontece dia 14 de janeiro (sábado), às 22h, no Bar Daquele Jeito (Vinhais). Os ingressos custam R$ 20,00 (R$ 10,00 para estudantes com carteira).

Exposição de poesia e artes plásticas reúne 26 artistas na Galeria Hum

13 dezembro 2011

TrezeAtravésTreze acontece dia 13 de dezembro e traz diálogo entre poetas e artistas plásticos maranhenses, entre eles Fernando Mendonça, Mondego, Fernando Abreu, Paulo Melo Sousa e Lúcia Santos

TrezeAtravésTreze é uma exposição de poesia e artes plásticas na Galeria HUM com 26 artistas (13 poetas + 13 artistas plásticos) que dialogam entre si, direta ou indiretamente, apresentando um painel de escritores e pintores maranhenses de um período que cobre os últimos 30 anos: final do século 20 e início do 21. Versos de 13 poetas atravessando os traços de 13 artistas plásticos, poética plástica que vem ocupando salões, galerias e livrarias do Maranhão e do Brasil.

A exposição será aberta em 13 de dezembro de 2011 e ficará em cartaz até 31 de janeiro de 2012. A produção é da Galeria HUM e da revista cultural Pitomba! com curadoria da marchand Ana Luiza Nascimento e do poeta Celso Borges.

Os 26 nomes escolhidos têm seus trabalhos inseridos em um contexto de obra de arte aberta, disposta a conversar com o outro. “A ordem é e será a de expandir a língua, alimentar trocas, exercitar o atrito”, diz Celso Borges. Entre os artistas, os pintores Fernando Mendonça, Marçal Athayde, Mondego, Cosme Martins, Marlene Barros e Roberto Lameira (homenagem especial), além dos poetas Fernando Abreu, Lúcia Santos, Celso Borges, Josoaldo Rego, Dyl Pires e Paulo Melo Sousa.

Quase a totalidade das obras dos artistas plásticos que integram a exposição é parte do acervo da Galeria Hum. Exceção para os quadros de Cosme Martins, especialmente cedido pelo Espaço Fátima Lima, e de Roberto Lameiras (acervo particular). Os poemas foram selecionados pela aproximação da linguagem escrita com a linguagem visual contida nas telas.

Poetas + artistas plásticos – A aproximação entre poesia e artes plásticas não é recente. No Brasil, um símbolo maior dessa parceria foi o encontro entre a poesia de Oswald de Andrade e os quadros de Tarsila do Amaral, dentro da antropofagia modernista. Outros grandes nomes da pintura nacional, como Di Cavalcanti, Cândido Portinari, Ismael Nery e Wesley Duke Lee, também dialogaram com escritores, criando ilustrações e/ou projetos gráficos para livros de poemas.

TrezeAtravésTreze é uma oportunidade de mostrar que o casamento entre as duas linguagens está presente também entre maranhenses”, afirma Ana Luiza Nascimento, proprietária da Galeria Hum. Alguns artistas plásticos que integram a exposição ilustraram livros ou participaram de projetos ligados à literatura. No caso dos poetas, é recorrente a citação de obras de artistas plásticos em seus trabalhos, o que demonstra um interesse pela expansão da linguagem para além do verso e da palavra escrita.

“Poesia não é só poesia e nunca apenas poesia, mas diálogo e atrito com outras formas de expressão. TrezeAtravésTreze é um exercício, uma possibilidade de aproximação entre artistas maranhenses que nas últimas três décadas se destacam na literatura e nas artes visuais”, diz Celso Borges.

EXPOSIÇÃO TREZE ATRAVÉS TREZE
Dia 13 de dezembro
Galeria Hum – Rua 01, São Francisco, a partir das 19 horas
Mais informações:
Celso Borges (8179 1113) e Ana Luiza Nascimento (9974 0048)
 
Poetas: Antonio Ailton | Celso Borges | Couto Correa Filho | Diego Menezes Dourado | Dyl Pires | Eduardo Júlio | Fernando Abreu | Jorgeana Braga | Josoaldo Rego | Lúcia Santos | Luís Inácio | Paulo Melo Souza | Reuben da Cunha Rocha

Artistas Plásticos: Almir Costa | Ana Borges | Claudio Costa | Cosme Martins | Ednilson Costa | Edson Mondego | Fernando Mendonça | Marçal Athayde | Marlene Barros| Ton Bezerra| Roberto Lameiras | Paulo Cesar | Victor Rego