Archive for dezembro \28\UTC 2009

“Canto de Feira” encerra o 2009 musical de São Luís

28 dezembro 2009

Tido como último grande acontecimento musical em São Luís, show de Lena Machado promete festa.

Cantando, Lena Machado quer renovar as energias para o ano que se inicia. Foto: Pedro Araújo

A cantora Lena Machado (foto) se despede de 2009 em grande estilo: apresenta, dia 30, às 20h, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio), o show Canto de Feira. A artista será acompanhada pelo regional Os Pregoeiros: João Eudes (violão sete cordas), Rafael Guterres (cavaquinho), Osmarzinho (saxofone), Wanderson (percussão) e Lazico (percussão).

O ano que se encerra marcou a finalização do segundo disco da carreira de Lena Machado, Samba de Minha Aldeia. Ela que em 2006 lançou Canção de Vida, celebrando os 50 anos de atuação da Cáritas no Brasil, organização em que trabalha. “Emprestei a voz a diversos clássicos que marcam a trajetória das lutas sociais no país, e especialmente no Maranhão”, afirma ela, que na ocasião interpretava composições de Joãozinho Ribeiro (Milhões de uns), João do Vale (Minha história), Sá e Guarabira (Sobradinho), Gonzaguinha (O que é o que é?) e, entre outros, Cesar Teixeira (Oração latina, de onde o título do disco foi retirado).

“A ideia era lançar Samba de Minha Aldeia ainda em 2009 mas alguns contratempos impediram. Mas no comecinho do ano que vem ele ‘tá na mão e a gente espera que o público goste e que tenha valido a pena esperar”, diz, acrescentando: “Foi um trabalho gostoso de fazer, com as dores naturais de um trabalho artístico, o trabalho que dá escolher repertório, músicos, pensar cada detalhe, arranjos, capa, encarte, e o prazer de cuidar disso tudo com todo carinho”. O título adianta: Lena Machado gravou somente compositores maranhenses, privilegiando o samba e o choro.

Grande parte do repertório é de inéditas: as exceções são De Cajari pra capital (Josias Sobrinho), Botequim (Cesar Teixeira), Acontecesse (Bruno Batista) e Gracejo (Gildomar Marinho) além de Chorinho de herança (Ricarte Almeida Santos/ Chico Nô),”semi-inédita”, que teve uma versão promo bastante executada em rádios da capital maranhense. Em Samba de Minha Aldeia, todas as faixas não-inéditas ganharam novos arranjos. Além deles, Lena Machado vasculhou seu baú de achados e registrou criações de Joãozinho Ribeiro, Patativa, Aquiles Andrade, Ricarte Almeida Santos, Chico Nô e Chico Canhoto.

“No Canto de Feira, o show, faremos parte do repertório do segundo disco e mostraremos outras coisas que a gente gosta de cantar”, antecipa ela, que interpretará composições de Paulinho da Viola, Chico Buarque, Tom Jobim e Cristóvão Alô Brasil, entre outros.

FeiraCanto de Feira, o show, deveria ter integrado a agenda cultura da III Feira Estadual de Economia Solidária e Agricultura Familiar do Maranhão, como previa a programação do evento, acontecido na Praia Grande, entre os dias 17 a 19 de dezembro. Quase todas as apresentações culturais foram prejudicadas pelas quedas de energia com que sofreu a região central da capital maranhense nos dias da Feira – a exceção foi o Tambor de Crioula de Mestre Apolônio, que conseguiu se apresentar sem os recursos de som, palco e luz, dadas as características acústicas daquela manifestação cultural.

“Já estávamos com músicos reúnidos, repertório ensaiado, então ia ser um prejuízo muito grande adiar ou não realizar esse show”, conta Lena Machado sobre o porquê dela arriscar uma data tão próxima à virada de ano. “É um show festivo, para entrarmos 2010 com as energias renovadas”, promete, ela que não para de pensar em novos projetos e que é considerada uma das grandes revelações da música maranhense da última década.

SERVIÇO

O quê: show Canto de Feira.
Quem: Lena Machado e Os Pregoeiros.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quando: dia 30 (quarta-feira), às 20h.
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8182 1717 e/ou 8724 2940.

Anúncios

Ignez Perdigão volta a palco maranhense

22 dezembro 2009

Multi-instrumentista maranhense radicada no Rio de Janeiro é a convidada especial da última edição do Clube do Choro Recebe em 2009.

Mais antigo grupo de choro em atividade no Maranhão, o Regional Tira-Teima é o grupo anfitrião do último sarau do Clube do Choro Recebe em 2009. Formado por Paulo Trabulsi (cavaquinho), Francisco Solano (violão sete cordas), Zé Carlos (pandeiro) e Serrinha de Almeida (flauta), eles recebem a multi-instrumentista e compositora Ignez Perdigão, maranhense radicada no Rio de Janeiro.

Multi-instrumentista, a maranhense Ignez Perdigão é a convidada especial do último Clube do Choro Recebe em 2009. Foto: Helena Dornelles. Link original: http://www.flickr.com/photos/helenadornellas/247724688

Ignez Perdigão toca flauta, cavaquinho, violão e canta. Em shows e gravações, já acompanhou nomes como Cristina Buarque, Mauro Duarte, Velha Guarda da Portela, Walter Alfaiate, Wilson Moreira e Mário Lago – ela o acompanhava quando de sua última visita à São Luís.

Aluna de H. J. Koellreuter, João Pedro Borges, Jodacil Damasceno e Marcelo Bernardes, integra, com o último, desde 2000, o grupo Choro na Feira, com quem já gravou os discos Na cadência do samba (2000), Choro na Feira (2003) e Maxixes, pitombas e afins (2005) – o primeiro e o último, esgotados, de acordo com o site do grupo; o quarto, em gestação, de acordo com a mesma página na internet (onde é possível adquirir os títulos e ouvir trechos das canções).

Professora, ministrou curso livre de violão e cavaquinho na Universidade Estadual do Rio de Janeiro, em 2000. Foi uma das idealizadoras do Chorinho na Feira, sarau que acontece todos os sábados no horário da feira livre (fim de tarde, entrando pela noite) de Laranjeiras, bairro da zona sul da capital carioca, onde se reúne a nata dos executantes do mais brasileiro de todos os gêneros musicais. Lá também se originou o citado Choro na Feira: Ignez Perdigão (cavaquinho), Clarice Magalhães (percussão), Matias Correa (contrabaixo acústico), Marcelo Bernardes (clarinete e sax tenor), Bilinho Teixeira (violões de seis e sete cordas) e Franklin da Flauta.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 106ª. edição.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe a instrumentista Ignez Perdigão.
Quando: dia 26 de dezembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Redação: Zema Ribeiro. Com informações dos sites Choro na Feira, Dicionário Cravo Albin de Música Brasileira e Discos do Brasil.

Samba com Mandinga no Chorinho no Cantinho

17 dezembro 2009

Antes de embarcar para o Rio, Chico Nô apresenta repertório de seu disco no Restaurante Cantinho da Estrela.

Nesta sexta-feira, 18, a partir das 19h30min, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio), a apresentação de Chico Nô, na noite batizada Chorinho no Cantinho, tem sabor de despedida.

Mas os apreciadores de choro, samba e música brasileira de qualidade em geral não precisam ficar tristes – a “despedida” é temporária: “Vou passar as festividades de fim de ano no Rio e fazer uma curtíssima temporada por lá”, explica o músico, casado com uma carioca.

O Regional Feitiço da Ilha, com Domingos Santos (violão sete cordas), Juca do Cavaco e Vandico (percussão) segurarão a peteca, recebendo alguns convidados nas próximas sextas-feiras – Chico Nô não informou ainda sua data de retorno.

No show de sexta, Chico Nô, entre clássicos da música brasileira, mostrará o repertório de seu primeiro disco, Samba com Mandinga, já mostrado em alguns palcos ludovicenses, a exemplo do projeto Clube do Choro Recebe e do Teatro Alcione Nazaré.

“Também estaremos vendendo e autografando o disco na ocasião, uma boa pedida a quem quiser presentear familiares e amigos com boa música produzida no Maranhão neste Natal”, provoca.

Festival – Chico Nô foi o vencedor do I Festival Universitário Som na Cuca, realizado na Universidade Federal do Maranhão, mês passado, com a música Berimbolado. “A gente faz música despretensiosamente e embora acredite em nosso trabalho é sempre uma agradável surpresa vencer um festival”, diz o músico, que teve o primeiro lugar concedido pelo júri técnico.

Sábados – Aos sábados, no mesmo endereço do Chorinho no Cantinho, Chico Nô comanda animada roda de samba acompanhado do grupo Conversa de Botequim. A animação começa às 17h. Para ambas as apresentações, o couvert artístico individual custa apenas R$ 5,00.

SERVIÇO

O quê: Chorinho no Cantinho.
Quem: Chico Nô e Regional Feitiço da Ilha.
Quando: dia 18 de dezembro (sexta-feira), às 19h30min.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407 e/ou 8724-2940.

Hoje

17 dezembro 2009

Couvert artístico individual: R$ 5,00

As Brasileirinhas e Vibrações

15 dezembro 2009

Mestres do choro recebem a ginga sambista de As Brasileirinhas.

Encontro dos mais raros no palco do Clube do Choro Recebe é um grupo ser anfitrião de outro. É o que acontece neste sábado, 19, a partir das 19h30min, no Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama), na 105ª. edição do projeto.

Como convidadas Helô Santana, Eline Cunha e Rose Carrenho, que formam o grupo As Brasileirinhas, que há 17 anos vem mostrando o jeito feminino de fazer samba no Maranhão. Elas serão recebidas pelo Quarteto Vibrações, formado especialmente para a ocasião: Francisco Solano (violão sete cordas), João Neto (flauta), Léo Capiba (pandeiro) e Paulo Trabulsi (cavaquinho).

Na primeira parte da noite, como de praxe, clássicos da música instrumental brasileira, notadamente o choro, pelas mãos habilidosas destes grandes mestres. Na segunda parte, toda a animação e vibração – não por acaso – de As Brasileirinhas, com o melhor do samba brasileiro, em repertório onde não faltarão clássicos de compositores como Leci Brandão, Jorge Ben, Dona Ivone Lara e João do Vale, entre outros.

Clássico de Jacob batiza uma das atrações de sábado no Clube do Choro Recebe

Vibrações – Um dos grandes álbuns do choro brasileiro, Vibrações é um dos mais modernos e atuais discos de música instrumental já realizados no país. Sob a regência de Jacob do Bandolim, seu conjunto Época de Ouro imortalizou diversas composições que viriam a se tornar verdadeiros clássicos do gênero, de autoria do próprio Jacob, de Ernesto Nazareth e Fon Fon, entre outros.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 105ª. edição.
Quem: o Quarteto Vibrações recebe o grupo As Brasileirinhas.
Quando: dia 19 de dezembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Os Senhores e a Senhora das Candeias

9 dezembro 2009

Show de Alexandra Nicolas com repertório inédito de Paulo César Pinheiro marca a volta do Clube do Choro Recebe.

Atendendo a pedidos do público ludovicense, o Clube do Choro Recebe volta à sua casa de origem: o projeto terá novamente como palco o Restaurante Chico Canhoto, no Residencial São Domingos, Cohama. A 104ª. edição do tradicional sarau acontece neste sábado, 11, a partir das 19h30min.

Repertório inédito de Paulo César Pinheiro compõe show e disco de estreia (a ser lançado) de Alexandra Nicolas. Foto: divulgação.

A convidada é a cantora Alexandra Nicolas (foto), que apresentará repertório inédito de Paulo César Pinheiro, compositor de grandes clássicos da música brasileira, em especial Clara Nunes, com quem foi casado, e a quem Alexandra Nicolas prestou tributo em edição anterior do Clube do Choro Recebe.

“Este show será uma espécie de versão pocket do que ela apresentou no Teatro Arthur Azevedo, como prévia de seu aguardadíssimo disco de estreia, muito bem recebido por público e crítica”, anuncia Ricarte Almeida Santos, produtor e apresentador do projeto.

Alexandra Nicolas recebeu, por intermédio de sua esposa Luciana Rabello, uma das maiores cavaquinhistas do país, dezenas de músicas inéditas de Paulo César Pinheiro, das quais está selecionando o repertório de seu disco de estreia, provisoriamente intitulado Senhora das Candeias.

A cantora será acompanhada pelo grupo Senhores das Candeias, especialmente formado para acompanhá-la, tanto na apresentação do Arthur Azevedo quanto neste retorno do Clube do Choro Recebe e, por que não dizer, em seu retorno ao Clube do Choro Recebe: Celson Mendes (violão), Arlindo Carvalho (percussão), Wendell Cosme (bandolim, cavaquinho), João Eudes (violão sete cordas), João Neto (flauta) e Fleming (bateria).

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria da Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 104ª. edição.
Quem: o grupo Senhores das Candeias recebe a cantora Alexandra Nicolas.
Quando: dia 12 de dezembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: Solar Consultoria.

Chico Nô, Feitiço da Ilha e Vinicius Queiroz no Cantinho da Estrela, nesta sexta

9 dezembro 2009

Repertório autoral, instrumental, cantado e clássicos de Martinho da Vila e Zeca Pagodinho serão lembrados pelos músicos.

Acompanhado do Regional Feitiço da Ilha, o cantor, compositor e violonista Chico Nô continua comandando a música às sextas-feiras no Bar e Restaurante Cantinho da Estrela, na Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio.

Nesta sexta, 11, a partir das 19h30min, o bamba receberá, como convidado, o cantor e instrumentista Vinicius Queiroz, que cantará sambas autorais e pérolas dos repertórios de Martinho da Vila e Zeca Pagodinho, entre outros.

O Regional Feitiço da Ilha é formado por Domingos Santos (violão sete cordas), Juca do Cavaco e Vandico (percussão), além do próprio Chico Nô (voz, violão, percussão).

Sábado – No mesmo endereço, aos sábados, é a vez de Chico Nô comandar roda de samba regada a feijoada. O bom barulho tem início às 17h e o músico é acompanhado pelo grupo Conversa de Botequim.

Tanto sexta quanto sábado o couvert artístico individual custa apenas R$ 5,00. Maiores informações: (98) 8814-1407, 8724-2940.