Archive for novembro \26\UTC 2009

Samba, choro e bossa encerram a I Semana de Audiovisual da UFMA

26 novembro 2009

Trocando em Miúdos e Jéssica Wernz, revelações da música popular maranhense, são as atrações.
 
O grupo Trocando em Miúdos se apresenta nesta sexta-feira (27), às 18h, na Área de Vivência, Campus do Bacanga, no encerramento da I Semana de Audiovisual da UFMA.

A apresentação terá ainda a participação especial da cantora Jéssica Wernz, que com seu talento e carisma, promete ser a voz revelação da música maranhense.

Trocando em Miúdos é um grupo composto por jovens e talentosos músicos de São Luis.  Jonatan Cardoso (violão), Victhor Gabriel (violão), Ivis Marcelo (cavaquinho), Paulo Vinicius (flauta), Anderson Almeida (percussão) e Imaíra Madeiros (voz) interpretam grandes nomes da música brasileira como Chico Buarque, Noel Rosa, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Toquinho, Paulinho da Viola e Cesar Teixeira.

No repertório, clássicos como Maninha (Chico Buarque), Falsa Baiana (Geraldo Pereira), Conversa de Botequim (Noel Rosa), Chega de Saudade (Vinicius de Moraes e Tom Jobim) e Para ver as meninas (Paulinho da Viola), entre outros.

Jonatan Cardoso e Jéssica Wernz são integrantes do Cineclube Casarão Universitário, organizador da I Semana de Audiovisual da UFMA. O show marcará o encerramento do evento que acontece desde segunda-feira (23) promovendo amplo debate sobre linguagens audiovisuais no Maranhão.

SERVIÇO

O quê: Encerramento da I Semana de Audiovisual da UFMA com show do grupo ‘Trocando em Miúdos’ e Jéssica Wernz.
Quando: Sexta-Feira (27), às 18h.
Onde: Área de Vivência, Campus do Bacanga- UFMA.
Quanto: grátis.
Informações: http://www.casaraouniversitario.blogspot.com

Assessoria de comunicação: Raíla Maciel

Anúncios

Clube do Choro Recebe: fechado para balanço

26 novembro 2009

Projeto não terá edições nos dois próximos sábados (28 de novembro e 5 de dezembro).
 
A ginga das velha e jovem guardas do choro maranhense têm garantido o balanço ideal ao projeto Clube do Choro Recebe, que sábado após sábado integra o calendário musicultural da cena ludovicense desde setembro de 2007. Um grandioso feito, sem dúvidas, para quem conhece a efemeridade do modismo dos “points” de São Luís. “Não se pode negar que o Clube do Choro Recebe é um projeto vitorioso. Eu poderia citar inúmeros aspectos, do pura e simplesmente cultural, o que não é pouco, ao econômico, mas vou ficar apenas em sua longevidade, algo raro para os padrões estabelecidos por aqui”, afirma Ricarte Almeida Santos, seu produtor e apresentador.

Atualmente sediado na Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande), o projeto não terá edições nos dois próximos sábados (28 de novembro e 5 de dezembro). “A mudança de endereço causou reações as mais diversas: uns adoraram o novo espaço, outros reclamam. Somos cientes de que é impossível agradar a todos e avaliações periódicas de projetos como o Clube do Choro Recebe são necessárias, até para garantir sua sustentabilidade e muito mais sábados à frente”, explicou o produtor do projeto, sediado, até o início de outubro passado, no Restaurante Chico Canhoto (Residencial São Domingos, Cohama).

A direção do Clube do Choro do Maranhão demonstra-se satisfeita com o público, que se mantém fiel, e com a receptividade e cumplicidade da casa, novo palco do projeto, que tem localização privilegiada, integrada ao acervo arquitetônico que garante à capital maranhense o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Em breve o Clube do Choro do Maranhão divulgará os nomes da formação instrumental anfitriã e do/a convidado/a do show de retorno do projeto, que acontecerá dia 12 de dezembro.

Conferência Nacional de Cultura em discussão na Feira do Livro de São Luís

26 novembro 2009

Coordenador Executivo da II Conferência Nacional de Cultura, Joãozinho Ribeiro concede entrevista coletiva na III Feira do Livro de São Luís

O poeta Joãozinho Ribeiro, Coordenador Executivo da II Conferência Nacional de Cultura (II CNC), concederá entrevista coletiva dia 27 de novembro, às 9h, no auditório “Casa do Escritor”, na III Feira do Livro de São Luis, na praça Maria Aragão.
 
Joãozinho Ribeiro falará sobre as expectativas e apresentará dados numéricos e objetivos da II CNC. As etapas municipais, já realizadas, atingiram um patamar muito além da expectativa: mais de 2.600 municípios brasileiros participaram do processo, discutindo estratégias para a implantação de políticas públicas de cultura nos três níveis federativos e elegeram seus delegados para participarem das etapas estaduais – a do Maranhão acontecerá dias 2, 3 e 4 de dezembro, no Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana.
 
O Maranhão deve atingir o patamar de 100 municípios com conferências realizadas (os dados ainda não estão consolidados), o que significa um bom crescimento em relação à primeira edição, de 2005, quando somente 36 realizaram as etapas municipais.
 
Segundo  informações do Ministério da Cultura, e de consultores que participaram do processo nos municípios maranhenses, “as conferências municipais foram bastante concorridas, com uma participação intensa de gestores, artistas e produtores culturais, o que indica que teremos a II Conferência Estadual de Cultura bastante qualificada”.
Joãozinho Ribeiro abordará todo o processo da II CNC, e das conferências setoriais, que elegerá os novos representantes para o Conselho Nacional de Políticas Culturais.
 
A coletiva é aberta para jornalistas, blogueiros, radialistas, midialivristas, agentes, produtores, gestores culturais, artistas e demais interessados.
 
SERVIÇO
 
O quê: Entrevista Coletiva sobre a II Conferência Nacional de Cultura.
Quem: Joãozinho Ribeiro, coordenador executivo da II CNC.
Quando: dia 27 (sexta-feira), às 9h, no salão Casa do Escritor, na III Feira do Livro de São Luís (Praça Maria Aragão).

“Tem muito samba, muito choro e futebol”

25 novembro 2009

Chico Buarque e Tom Jobim recebem homenagem de Chico Nô e Regional Feitiço da Ilha. Exposição sobre futebol será inaugurada no espaço Cantinho da Estrela.

Nesta sexta-feira (27) é a vez do cantor e compositor Chico Nô (voz, violão, percussão), acompanhado do Regional Feitiço da Ilha, render homenagens a Chico Buarque e Tom Jobim, sem dúvidas dois dos maiores mestres da canção brasileira. O tributo acontece dentro do projeto Chorinho no Cantinho, que acontece às sextas-feiras, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio)

Clássicos como Águas de março, Meu caro amigo, Lígia, As vitrines, Chega de saudade, A Rita, Eu sei que vou te amar e Valsinha, entre muitos outros, serão lembrados pelas mãos habilidosas de Domingos Santos (violão sete cordas), Domingos Santos (violão sete cordas) e Vandico (percussão).

“Eis um grande desafio, para o qual contaremos com as participações especialíssimas de Lena Machado, Joãozinho Ribeiro, Zezé Alves e Neto Peperi, para dividirmos as responsabilidades. Será uma noite especialíssima”, antecipa Chico Nô.

Na ocasião será aberta ainda a exposição Emoção e paixão em campo, do jornalista e fotógrafo mineiro Valdez Maranhão. Um conjunto de 35 fotografias retratando momentos de Atlético Mineiro, Cruzeiro e América – os três maiores clubes de Minas Gerais – enfrentando outros grandes clubes brasileiros.

Duas das imagens que compõem e exposição "Emoção e paixão em campo"

“O Brasil sempre é lembrado como o país do futebol, o país do samba, o país do choro. O espaço do Cantinho da Estrela casa perfeitamente com as três temáticas, então é mais que oportuno, realizar essa exposição aqui e mais, inaugurá-la ao som da homenagem a estes dois grandes mestres”, convida Chico Nô.

SERVIÇO

O quê: Chorinho no Cantinho, com Chico Nô e Regional Feitiço da Ilha. Tributo a Chico Buarque e Tom Jobim. Participações especiais de Lena Machado, Neto Peperi, Joãozinho Ribeiro e Zezé Alves. Abertura da exposição fotográfica Emoção e paixão em campo, do fotógrafo mineiro Valdez Maranhão.
Quando: dia 27 de novembro (sexta), às 19h30min.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407 e/ou 8724-2940.

Encontro de gigantes

17 novembro 2009

Lena Machado e Zeca do Cavaco, recepcionados pelo Regional Tira-Teima reservam surpresas ao público do Clube do Choro Recebe.

Zeca do Cavaco é um dos mais elegantes intérpretes da música produzida no Maranhão

Duas das mais belas vozes do Maranhão têm encontro marcado este sábado (21) no Clube do Choro Recebe: Lena Machado e Zeca do Cavaco terão como anfitriões os mestres do Regional Tira-Teima, também integrado pelo cantor. O projeto acontece na Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande).

Paulo Trabulsi (cavaquinho solo), Serrinha de Almeida (flauta), Francisco Solano (violão sete cordas), Zeca do Cavaco (cavaquinho centro) e Zé Carlos (percussão) fazem a primeira parte do sarau, dividindo-se entre temas instrumentais e cantados – sim, já na primeira parte Zeca do Cavaco brindará o público com sua interpretação certeira para diversos clássicos do samba e choro.

Lena Machado lançará em breve "Samba de minha aldeia", seu segundo disco

Com o segundo disco já finalizado, a ser lançado em breve, Lena Machado divide a segunda parte da noite com Zeca do Cavaco: fará alguns números acompanhada do Regional Tira-Teima e em outros fará dueto com o cantor que está gravando seu disco de estreia.

O encontro traduz, no palco, uma mútua admiração artística. O público fiel do Clube do Choro Recebe pode esperar diversas surpresas agradáveis. Isso sem falar nas canjas, quando tanto artistas talentosos quanto anônimos sempre dão o ar da graça.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO
O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 103ª. edição.
Quem: o Regional Tira-Teima recebe os cantores Lena Machado e Zeca do Cavaco.
Quando: dia 21 de novembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Chico Nô do choro e do samba

17 novembro 2009

Músico comanda homenagem a grandes mestres da música brasileira e roda de samba, às sextas e sábados, no Cantinho da Estrela.

Já consolidado como mais novo palco do choro e samba de São Luís, o Restaurante Cantinho da Estrela volta a abrir suas portas aos mais brasileiros dos gêneros musicais. A festa começa às 19h30min, às sextas-feiras, sob a batuta de Chico Nô e dos bambas do Regional Feitiço da Ilha, formado, além dele (voz, violão e percussão), por Juca do Cavaco, Domingos Santos (violão sete cordas) e Vandico (percussão). O restaurante fica na Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio.

A cada sexta, Chico Nô e o Feitiço da Ilha têm prestado tributo a um ou dois mestres da música brasileira. E contado com a participação especial de ao menos um nome da cena ludovicense. Nesta sexta, o homenageado será Paulinho da Viola e o convidado será Oberdan Oliveira.

“Há vários nomes a que ainda prestaremos tributo. Paulinho da Viola é dono de uma obra vastíssima, bastante diversificada e, no entanto, é por vezes reconhecido como um compositor menor, se comparado a outros figurões da MPB, talvez justamente por ser diretamente identificado como sambista”, diz Chico Nô. “Nossa ideia, ao homenageá-lo, é justamente tentar desmitificar isso”, conclui.

As apresentações de Chico Nô e Regional Feitiço da Ilha, às sextas-feiras, no Cantinho da Estrela, são divididas em duas partes: na primeira, instrumental, os músicos passeiam por clássicos do choro; na segunda, Chico Nô canta clássicos do samba e da música popular brasileira, recebendo um convidado especial.

Sábados – Aos sábados, com o grupo Conversa de Botequim, é a vez do cantor e compositor comandar animada Roda de Samba regada a feijoada. “O restaurante funciona normalmente, servindo tudo o que está disponível em nosso cardápio”, explica Dadá, proprietária do espaço. O “samba com feijão” tem início às 17h, sob a sombra das árvores da Praça Valdelino Cécio, localizada em frente ao Restaurante Cantinho da Estrela. Tanto sexta quanto sábado, o couvert artístico custa apenas R$ 5,00.

SERVIÇO

Sexta-feira, 20
O quê: Chorinho no Cantinho
Quem: o cantor e compositor Chico Nô e o Regional Feitiço da Ilha e convidados.
Quando: dia 20 de novembro (sexta-feira), às 19h30min.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407 e/ou 8724-2940.

Sábado, 21
O quê: Samba com Feijão
Quem: o cantor e compositor Chico Nô e o grupo Conversa de Botequim.
Quando: dia 21 de novembro (sábado), às 17h.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407 e/ou 8724-2940.

Pixinguinha, Mestre Vieira e o Feitiço da Ilha

11 novembro 2009

Grupo liderado por Chico Nô homenageará os mestres.

Pixinguinha e Mestre Antonio Vieira receberão homenagens do cantor e compositor Chico Nô e do Regional Feitiço da Ilha nesta sexta-feira, 13, a partir das 19h30min, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).

Chico Nô celebrará Pixinguinha e Mestre Vieira, sexta

Alfredo da Rocha Viana, o Pixinguinha, terá músicas tocadas tanto na parte instrumental da noite, quanto na parte cantada. “Pixinguinha é um dos maiores mestres do choro e da música brasileira como um todo. Tem muitas peças instrumentais bastante conhecidas e populares, mas também muitos compositores puseram letras em suas belíssimas melodias”, adiantou Chico Nô (foto), citando, entre outras, Lamentos, Rosa, Carinhoso e Iaô, entre outras que estarão no repertório de sexta-feira.

Formado pelo próprio Chico Nô (voz, violão e percussão), Juca do Cavaco, Domingos Santos (violão sete cordas) e Vandico (percussão), o Regional Feitiço da Ilha terá como convidado o cantor Neto Pepperi, um dos grandes sambistas maranhenses, formado na escola da noite, sempre prestigiando grandes mestres, como o homenageado Antonio Vieira, falecido em abril aos 88 anos, Cesar Teixeira e Josias Sobrinho, entre outros.

Já tendo feito homenagens a Noel Rosa e Cartola, as noites de sexta-feira no Cantinho da Estrela já se tornaram o novo point da Praia Grande para os apreciadores de boa música. Eis uma boa pedida. O couvert artístico individual custa apenas R$ 5,00.

Sábado – Também integrado por Chico Nô, o grupo Conversa de Botequim realiza, aos sábados, a partir de meio-dia, uma roda de samba regada a feijoada. No mesmo endereço. Neste sábado, 14, o grupo ocupará a praça Valdelino Cécio, em frente ao Restaurante Cantinho da Estrela. “Com o fechamento da Padaria do Francês, esse importante cartão postal, que tem o nome de um importante poeta, está abandonada, escura, maltratada. Nosso samba-ocupação é uma tentativa de reanimá-la e para isso a gente conta com a presença dos amigos e dos apreciadores de boa música”, explicou Chico Nô, fazendo um chamamento ao público.

SERVIÇO SEXTA 13

O quê: Homenagem a Pixinguinha e Mestre Vieira.
Quem: o cantor Chico Nô e o Regional Feitiço da Ilha.
Quando: dia 13 de novembro (sexta-feira), às 19h30min.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407, 8724-2940.

SERVIÇO SÁBADO 14

O quê: Roda de Samba com Feijoada.
Quem: o cantor Chico Nô e o grupo Conversa de Botequim.
Quando: dia 14 de novembro (sábado), ao meio-dia.
Onde: Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio).
Quanto: R$ 5,00 (couvert artístico individual).
Maiores informações: pelos telefones (98) 8814-1407, 8724-2940.

Léo Capiba e Os Cinco Companheiros no Clube do Choro Recebe

10 novembro 2009

Clássicos do samba e choro recebem roupagem de gafieira em noite que promete dança e alegria.

Capiba relembrará grandes mestres do samba e choro em clima dançante 

Léo Capiba (foto) é o convidado da 102ª. edição do Clube do Choro Recebe, que acontece este sábado (14), a partir das 19h30min, na Pousada Portas da Amazônia/La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande). Atualmente o cantor está gravando seu disco de estreia, que terá arranjos do violonista João Pedro Borges, onde interpretará diversos nomes do samba produzido no Maranhão. Cearense de nascimento e maranhense de coração, Capiba tem uma vasta experiência acumulada na noite ludovicense.

“O sorriso mais largo da paróquia”, como Capiba também é conhecido, terá como anfitriões Os Cinco Companheiros: Osmar do Trombone, Osmarzinho (clarinete e saxofone), Rafael Guterres (cavaquinho), João Soeiro (violão) e Wanderson (percussão). Natural de Cajari, o líder do grupo também está gravando seu disco de estreia, cujo repertório é instrumental e, em grande parte autoral, intitulado Cinco gerações, as de músicos de sua família. Osmar do Trombone tem sempre mostrado com boa aceitação o choro-título de seu disco.

Os sopros d’Os Cinco Companheiros garantem a cada apresentação que fazem um clima de gafieira que pode render bons passos de dança ao público – no palco, Capiba não se faz de rogado. A interpretação firme, a ginga e o bom humor de Capiba dão o tom no passeio pelo repertório de grandes mestres do samba e do choro, como Cartola, Cesar Teixeira, Tom Jobim, Jackson do Pandeiro, João Nogueira e tantos outros.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 102ª. edição.
Quem: o grupo Os Cinco Companheiros recebe o cantor Léo Capiba.
Quando: dia 14 de novembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Chico Nô e Urubu Malandro são as atrações do Clube do Choro Recebe

4 novembro 2009

Clássicos do choro nacional e de grandes mestres do Maranhão serão lembrados sábado (7).

A 101ª. edição do projeto Clube do Choro Recebe leva ao palco da Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, 129, Praia Grande), a ginga dos bambas do Regional Urubu Malandro, que outrora tinha entre seus integrantes o saudoso mestre Antonio Vieira: Arlindo Carvalho (percussão), Caio Carvalho (percussão), Domingos Santos (violão sete cordas), João Neto (flauta), Juca do Cavaco e Osmar do Trombone. A apresentação acontece neste sábado, 7, a partir das 19h30min.

Chico Nô

Clube do Choro Recebe integra agenda intensa do músico

O grupo batizado por um clássico do choro – Urubu Malandro, de Pixinguinha, Loro e João de Barro – reviverá outros. Na ocasião, terão como convidado o cantor, compositor e violonista Chico Nô (foto), maranhense de Imperatriz, há muito radicado na Ilha capital. Entre obras de nomes como Pixinguinha – Rosa, Lamentos –, Tom Jobim e Chico Buarque, o artista reserva repertório de nomes maranhenses para sua apresentação. Antecipa temas como Saiba, rapaz (Joãozinho Ribeiro), Terra de Noel (Josias Sobrinho), além de Chorinho de Herança, parceria sua com Ricarte Almeida Santos, produtor e apresentador do Clube do Choro Recebe, música que já havia sido lançada como single e foi novamente gravada por Lena Machado – a mesma cantora que a lançou – em seu segundo disco, Samba de Minha Aldeia, a sair ainda em 2009.

Agenda intensa – O cenário musical, gastronômico e boêmio da Praia Grande, aos poucos, está mudando de endereço: deixou o antigo Largo do Comércio (Rua da Estrela) e ocupa agora, principalmente, a Rua do Giz. Chico Nô é bamba que lidera rodas de samba e choro no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 129, Praia Grande), ao lado dos regionais Feitiço da Ilha e Conversa de Botequim, ambos integrados por ele. Apresenta-se naquele palco todas as sextas (a partir das 19h30min) e sábados (a partir das 13h30min).

Músico autodidata, afirma: “Meu maior prazer é tocar e cantar. Então o público não deve esperar cansaço, apesar da agenda intensa. O Urubu Malandro tem integrantes comuns aos regionais com que tenho me apresentado com mais frequência, o que já garante entrosamento, além de ginga. Todos nós temos muito prazer em tocar, é uma diversão, uma festa”, promete e garante Chico Nô.

O projeto Clube do Choro Recebe tem apoio cultural de TVN São Luís e Rádio Universidade FM e parceria de JL Music Studios e Solar Consultoria.

SERVIÇO

O quê: Projeto Clube do Choro Recebe – 101ª. edição.
Quem: o grupo Urubu Malandro recebe o cantor, compositor e violonista Chico Nô.
Quando: dia 7 de novembro (sábado), às 19h30min.
Onde: Pousada Portas da Amazônia/ La Pizzeria (Rua do Giz, Praia Grande).
Quanto: R$ 10,00 (entrada).
Maiores informações: clubedochorodomaranhao@gmail.com e/ou ricochoro@hotmail.com
Apoio Cultural: TVN São Luís e Rádio Universidade FM.
Parceria: JL Music Studios e Solar Consultoria.

Sessão de “Cinema no Museu” será realizada amanhã (4)

3 novembro 2009

O Inquilino, do diretor polonês Roman Polanski, será exibido no Projeto Cinema no Museu nesta quarta-feira, 4, às 19h, no auditório do Museu Histórico e Artístico do Maranhão (MHAM), na Rua do Sol (Centro). A sessão é aberta ao público.

O inquilino

Cena de O inquilino. Reprodução

Lançado em 1976, O Inquilino é um dos grandes filmes de suspense do cinema. É também um dos melhores trabalhos do polêmico diretor. Conta a história de Trelkovsky (Polanski), um polonês que vive na França e aluga um apartamento. Com o passar do tempo, ele começa a desconfiar que está sendo vítima de uma conspiração e que seus estranhos vizinhos tentam levá-lo ao suicídio, como fizeram com a antiga locatária, a bela e jovem Stella (Isabelle Adjani).

Além de Polanski e de Isabelle Adjani, o filme conta com Melvyn Douglas (Monsieur Zy), Jo Van Fleet (Madame Dioz) e Bernard Fresson (Scope).
 
SERVIÇO

Projeto Cinema no Museu
Filme O Inquilino (Le Locataire – França), de Roman Polanski
Quando: Quarta-feira, 4, às 19h
Local: Museu Histórico e Artístico do Maranhão – MHAM (Rua do Sol – Centro)
Promoção: MHAM e Cineclube Casarão 337
Entrada franca