Atingidos pelas enchentes em Viana e Cajari recebem visita de agentes da Cáritas

Representantes da entidade verificaram a situação e distribuíram cestas básicas e kits de limpeza.

Representantes da Cáritas Brasileira Regional Maranhão e da Cáritas Nacional visitaram ontem (26), os municípios de Viana e Cajari. Na ocasião verificaram in loco a situação dos atingidos pelas enchentes naqueles dois municípios – no primeiro reuniram-se com a equipe de Cáritas Diocesana local, pastorais sociais e Fórum de Cidadania – e procederam a distribuição de cestas básicas e kits de limpeza.

 
Agentes da Cáritas organizam a distribuição de cestas básicas

Agentes da Cáritas organizam a distribuição de cestas básicas

Lucineth Cordeiro Machado, da Cáritas Brasileira Regional Maranhão, apresenta o cenário encontrado: “Em Viana, a situação é peculiar. Apesar das enchentes, as famílias não deixaram as casas. Convivem com casas cheias d’água, a água pela cintura, com umidade e fedor insuportáveis”, explica. Ontem, em diversas residências visitadas, a água atingia ainda cerca de um metro de altura, nível que não está baixando. Em Viana foram distribuídas 50 cestas básicas e 50 kits de limpeza.

Ricarte Almeida Santos, secretário executivo da Cáritas Brasileira Regional Maranhão, explica: “Este projeto, em favor dos atingidos pelas enchentes, é fruto de um apoio obtido junto à Cáritas Alemã”. Indagado sobre os recursos da USAID, a agência de desenvolvimento americana, ele afirma: “Os recursos foram depositados na conta da Cáritas somente essa semana, quando procederemos a assinatura de um termo de parceria com a Defesa Civil estadual, que será responsável pelo encaminhamento dos kits de limpeza aos municípios beneficiados”.

Agentes da Cáritas visitam casa, habitada mesmo com a enchente

Agentes da Cáritas visitam casa, habitada mesmo com a enchente

Ontem também, 66 cestas básicas e 66 kits de limpeza foram distribuídos em Cajari. Cada cesta básica compreende cinco quilos de arroz, dois quilos de feijão, dois quilos de farinha, um litro de óleo, um quilo de macarrão, meio quilo de leite, três latas de sardinha, um quilo de sal, dois pacotes de biscoito água e sal, dois pacotes de fubá de milho, dois quilos de açúcar e um quilo de café. Cada kit de limpeza contém duas vassouras, dois baldes, dois panos de chão, água sanitária, dois pacotes de sabão, cinco barras de sabão em pedra, um desinfetante e quatro rolos de papel higiênico.

Ricarte Almeida Santos justifica o kit de limpeza: “Geralmente pensamos que a única necessidade das vítimas das enchentes é alimentação. Esta talvez seja realmente a primeira necessidade, mas um kit de limpeza também é importante, para evitar o que chamamos de tragédias complementares, ou seja, as doenças que se aproveitam das enchentes, o que já é uma tragédia em si, e rapidamente proliferam-se, desencadeando epidemias e gerando um novo grande problema”. E retoma: “Os recursos da USAID, por exemplo, serão integralmente usados na compra de kits de limpeza para os municípios de Bacabal, Codó, Pedreiras, São Luís Gonzaga e Trizidela do Vale”.

Paisagem desoladora é constante nos municípios visitados

Paisagem desoladora é constante nos municípios visitados

Para José Magalhães de Sousa, assessor do Secretariado Nacional da Cáritas Brasileira, “o que acontece é o aprofundamento de uma situação de extrema pobreza. O excesso de chuvas só vem a piorar bastante um quadro já bastante ruim. Por outro lado, fora a Cáritas e algumas pastorais sociais, não vemos nenhuma mobilização no sentido de organizar os atingidos e a sociedade civil local como um todo. Para ele “a distribuição de cestas básicas e kits de limpeza é importante e deve continuar, mas devemos pensar em projetos estruturantes. Nestes dois municípios, por exemplo, iremos tentar viabilizar projetos para a reconstrução de casas, mas isso depende de parcerias. No entanto, ou se faz algo do tipo ou ficaremos, ano a ano, acompanhando e intervindo junto às vítimas das enchentes”, finalizou.

Vários beneficiados com as cestas básicas e kits de limpeza previram “um ano de fome”, por conta da perda da produção agrícola.

*

Fotos: Acervo Cáritas Brasileira Regional Maranhão

Anúncios

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “Atingidos pelas enchentes em Viana e Cajari recebem visita de agentes da Cáritas”

  1. agenciamatraca Says:

    Olá Zema,
    Tomamos a liberdade de republicar seu post no blog http://www.audamaranhao.wordpress.com, feito pela Agência Matraca para sistematizar as informações sobre as ações de ajuda aos desabrigados. Já tínhamos publicado informações sobre a campanha e arrecadação da Cáritas e achamos pertinente inserir esta nova notícia.
    Se puder, faça uma visita ao blog e nos ajude a divulgá-lo.
    Um abraço,
    Lissandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: